Boa Noite!, Quarta-Feira - 13 de Novembro de 2019

 

Filho de Alex Escobar desabafa em rede social e diz sofrer abusos do pai

Isto É Gente / 9:18 - 02/10/2019

Pedro Escobar, 19, contou ter depressão há cinco anos e que já tentou se matar


alex-escobarPedro Escobar, filho do apresentador Alex Escobar, usou uma rede social para comentar sobre sua vida pessoal com o pai. O jovem de 19 anos alegou estar com depressão, disse que tentou se matar e que não possui bom relacionamento com o pai porque ele não acredita em sua doença.

“O meu pai é o apresentador do Globo Esporte, Alex Escobar, e depois de sofrer muitos abusos da parte dele, eu decidi expor e me manifestar. Eu tenho depressão há cinco anos. Desde que ele descobriu que eu era gay e passou três meses sem falar comigo. Depois disso, as coisas só foram piorando mais. Em dezembro de 2017, eu tive uma tentativa de suicídio onde eu tomei uma grande quantidade de remédios e fiquei internado. Nesta ocasião, a única ação dele foi me dar uma bronca e dizer que sou um ingrato por fazer isso”, afirmou.

“Ele nunca paga a pensão que ele deveria pagar. O salário dele é de R$ 80 mil e, fazendo os cálculos, deveria dar R$ 5.300 por mês até os 24 anos ou enquanto eu continuar estudando. Porém, no começo desse ano ele mandou um áudio se recusando a me oferecer qualquer tipo de estudo. Eu tive uma discussão com a minha irmã, que também foi extremamente abusiva comigo durante toda a minha vida, e provavelmente ela foi falar com ele”, acrescentou o jovem.

O apresentador Alex Escobar se pronunciou sobre o caso ao ser procurado pelo colunista Leo Dias, do UOL, e deu sua versão sobre os fatos.

“Como me defender de uma coisa que eu não sou? Que eu não faço? Estou sendo injustiçado. E é a minha palavra contra a dele, infelizmente. Ele toca em temas sensíveis ali, realmente, mas são totalmente mentirosos. Eu tenho a minha consciência muito limpa de que não sou o que ele descrever, de que não fiz o que ele descreve, e a minha família e os meus amigos podem falar por mim. Estamos todos muito tristes, é muito injusto”, afirmou o jornalista da TV Globo.


Comentar usando