Festival Sururu reúne o melhor da cultura alagoana em cinco exibições inéditas

Evento começa no dia 02 de setembro e será online no canal do Festival Sururu no Youtube

Festival Sururu reúne o melhor da cultura alagoana em cinco exibições inéditas

Evento começa no dia 02 de setembro e será online no canal do Festival Sururu no Youtube

Por Assessoria | Edição do dia 27 de agosto de 2021
Categoria: Cultura | Tags: ,,


Foto: Reprodução

Com a proposta de mostrar ao mundo os mais diversos manifestos culturais de Alagoas, no próximo dia 02 de setembro de 2021, estará disponível no canal Festival Sururu, no Youtube, o primeiro episódio de uma série de cinco lives que trarão show de artistas renomados no Brasil. Além da música, o Festival Sururu fará um tour pelos grupos culturais do estado que tem como inspiração, molusco que é patrimônio imaterial de Alagoas.

Em razão da pandemia da covid-19, as apresentações culturais foram gravadas previamente, em um dos cenários mais significativos para o público alagoano, o Teatro Deodoro, que em 2021 completa 111 anos. “Temos um time de quinze cantores e compositores que tem uma história com a cultura alagoana, que entendem o poder de identificação que o Sururu e as lagoas do nosso estado representam para o nosso desenvolvido. São músicas autorais, que expressam o DNA de cada artista. Está ficando tudo muito lindo”, destacou Alan Quintella, idealizador do projeto.

O Festival Sururu, que é uma iniciativa apoiada pela Lei Aldir Blanc, por meio de edital da Secretaria de Estado da Cultura, irá contextualizar a importância do molusco no desenvolvimento social e econômico de Maceió e das cidades que as lagoas Mundaú e Manguaba margeiam. “É um orgulho fazer parte dessa iniciativa. O sururu representa o que o alagoano tem de melhor, a sua criatividade e força. Estamos ansiosos para acompanhar os shows e conhecer cada vez mais os movimentos culturais do nosso estado”, declarou a secretária de estado da cultura, Melina Freitas.

A direção de produção musical dos shows é de Fernando Melo, músico alagoano, erradicado em São Paulo há quase 40 anos, que imprimi em sua arte toda a memória da infância e adolescência em Alagoas. “A ideia de fazer esse festival surgiu em um encontro em Judiaí, em São Paulo. Lá já havíamos definido que o palco desse evento seria o Teatro Deodoro. O Deodoro é a casa de todos os artistas alagoanos e sempre esteve de portas abertas para a cultura brasileira. Estou muito feliz”, comemorou o músico.

Já a direção artística musical do Festival Sururu é assinada por outro músico alagoano que ganhou o mundo com o seu talento, Fernando Nunes. O baixista e produtor musical reforçou a importância da iniciativa na valorização dos artistas locais. “Considero esse festival um marco na cultura alagoana. Alagoas é uma terra muito rica em cultura e temos muito a oferecer para o mundo. Esse é o começo de uma nova era de divulgação da nossa cultura. Viva o Sururu”.

As apresentações culturais serão disponibilizadas ao vivo, todas as quintas-feiras do mês de setembro, às 19h, no canal Festival Sururu, no Youtube. Se inscreve no canal, que tá tudo lindo!

Confira o teaser de lançamento: https://www.youtube.com/channel/UCODsJLqA9_gKD0Zbw3zUBtQ

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados