Festas de fim de ano em Alagoas serão limitadas a um público de 300 pessoas

Festas de fim de ano em Alagoas serão limitadas a um público de 300 pessoas

Por Redação com assessoria | Edição do dia 3 de dezembro de 2020
Categoria: Alagoas, Notícias | Tags: ,,


Foto: Divulgação

Em cumprimento ao decreto estadual, as festas de final de ano deverão ser limitadas a presença de 300 pessoas em Alagoas, recomenda o Ministério Público de Alagoas (MPAL) e o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Alagoas (Cosems/AL). A recomendação também se baseia na análise dos dados epidemiológicos da evolução da covid-19 no estado. A regra deverá ser fiscalizada pelo poder público.

Segundo informações, a recomendação surgiu após todas as ponderações e considerações sobre os aspectos legais pertinentes ao cumprimento do decreto. Com isso as festas que excedam esse quantitativo de pessoas ficam desautorizadas, a exemplo das festas de réveillon em Maceió.

A recomendação também prevê evitar aglomerações para mitigar danos à saúde da população também discutida na reunião. O prefeito Rui Palmeira, por meio das informações repassadas pelo secretário municipal de Turismo Jair Galvão, decidiu pela suspensão da queima de fogos na orla marítima de Maceió no réveillon.

“A medida tem como finalidade a contenção de pessoas evitando-se aglomerações e proporcionando proteção à saúde da população alagoana”, destacou a Sylvana Medeiros, secretária executiva do Cosems/AL.

Participaram das discussões a secretária executiva do Cosems/AL, o secretário de Saúde do Estado Alexandre Ayres com a Força Tarefa do Ministério Público Estadual (MPE) e o Setor de Eventos. Além de representantes de órgãos públicos estaduais e do município de Maceió, da Vigilância Sanitária Estadual, e da Secretaria de Saúde de Maceió.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados