Fernão Velho ganha Feirinha Móvel

Por | Edição do dia 11 de dezembro de 2015
Categoria: Artigos, Notícias, Regionais | Tags: ,,,


12358159_953698984718590_2015933067_n

Foto: Ascom Semtabes

A Secretaria Municipal de Trabalho, Abastecimento e Economia Solidária (Semtabes), em parceria com a Secretaria de Estado da Agricultura, Pesca e Aquicultura, Superintendência Municipal de Energia e Iluminação Pública (Sima), Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT), Superintendência de Limpeza Urbana de Maceió (Slum) e com o vereador Dudu Ronalsa, realizaram a primeira Feirinha Móvel no bairro de Fernão Velho. O projeto, que tem como objetivo dinamizar e fortalecer a economia local, é uma boa opção de compras para os moradores e funciona como piloto para o Município.

Apesar de ser um teste ainda, o resultado foi positivo. Bastaram apenas dois dias para que a primeira edição da Feira de Fernão Velho fosse aprovada pela comunidade. De acordo com a diretora de Abastecimento da Semtabes, Íria Almeida, a ideia desta Feirinha foi uma iniciativa dos agricultores de Santana do Mundaú.

“Os agricultores entraram em contato com a Semtabes e relataram o interesse de vender seus produtos. A partir daí, o administrador do antigo mercado de Fernão Velho consultou a população do bairro e todos aceitaram a realização da feirinha. Devido ao bom resultado, nós iremos continuar realizando este projeto”, disse Íria.

Segundo Íria, a Feirinha de Fernão Velho marca uma nova fase na gestão de feiras e mercados. “A partir de agora, a proposta é que as novas feirinhas de bairros de nossa capital sejam realizadas com caráter móvel. Ou seja, elas irão acontecer no período de 15 em 15 dias. Pois desta forma, garantimos um espaço mais ordenado aos comerciantes e consumidores”, disse Íria.

Aldo Avelino, antigo administrador do mercado, conta que o projeto superou as expectativas da população. “Eu não esperava que esta feira fosse fazer tanto sucesso. Estou muito feliz que ela vai continuar e a população está entusiasmada, já que nosso bairro não tinha esse tipo de serviço”, disse Aldo.

Para a comunidade, a Feirinha representa mais comodidade já que eles não precisam se deslocar para outras partes da cidade, economia de tempo e dinheiro, que pode garantir mais investimento nas compras da feira.

A diretora de Abastecimento da Semtabes ressalta que os bairros que tiverem interesse em ter uma feirinha precisam montar uma comissão de no mínimo cinco pessoas, procurar a Semtabes, onde serão passadas para esta comissão todas as informações necessárias para que essa feira possa existir, garantindo o ordenamento local.

Além do bairro de Fernão Velho, outros bairros também serão contemplados com Feiras Móveis. Estão previstas feirinhas móveis nos bairros de Novo Jardim, Eustáquio Gomes e Conjunto Carminha, localizado no Benedito Bentes.

“A nossa intenção é ter o maior número de feiras livres e ordenadas nos diversos bairros de Maceió em 2016. Com esta iniciativa integrada com a Secretaria de Estado da Agricultura, Pesca e Aquicultura e alguns órgãos municipais, vamos garantir um fortalecimento na economia de Maceió”, finalizou a diretora de Abastecimento da Semtabes.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados