Feriadão do Trabalhador foi o mais calmo nas estradas, diz PRF

Da sexta (28) à segunda-feira (01), foram atendidos 8 acidentes nas rodovias federais que cortam Alagoas, menor número dentre os feriadões de abril

Feriadão do Trabalhador foi o mais calmo nas estradas, diz PRF

Da sexta (28) à segunda-feira (01), foram atendidos 8 acidentes nas rodovias federais que cortam Alagoas, menor número dentre os feriadões de abril

Por | Edição do dia 2 de maio de 2017
Categoria: Alagoas, Notícias | Tags: ,,,,,


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) finalizou ontem (01) a Operação Dia do Trabalho em todo Brasil. No mês de abril o órgão realizou em três fins de semanas consecutivos um reforço no efetivo e nas fiscalizações de trânsito nos principais trechos das BRs. Considerando os feriadões de Semana Santa, Tiradentes e Dia do Trabalhador, este último reuniu o menor número de acidentes atendidos pela PRF em Alagoas: foram 8 contra 9 e 19 dos feriados anteriores.

Dos oito acidentes registrados pela PRF em Alagoas neste fim de semana prolongado, quatro aconteceram na BR101, três na BR 316 e um na BR 104. O sábado (29) reuniu a maioria dos sinistros ocorridos: quatro.

Além disso, no último feriadão também houve menos acidentes graves, que são aqueles que tem pelo menos um morto ou ferido grave, nas rodovias federais que cortam Alagoas. Na Operação Dia do Trabalho foram atendidos dois acidentes desse tipo, enquanto que na Operação Tiradentes foram três e na Semana Santa foram quatro.

A segunda-feira (01) registrou a única morte do período. Ela aconteceu na BR 316, em Atalaia. Após uma colisão lateral de carro e moto, o motorista perdeu o controle do veículo e colidiu em um poste. O passageiro do carro morreu enquanto era socorrido. O condutor do veículo de duas rodas não era habilitado e não teve ferimentos graves.

Fiscalizações e prisões

Entre os dias 28 de abril a 1º de maio de 2017, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) reforçou seu efetivo e aumentou as fiscalizações nos principais trechos de BRs de Alagoas. Durante os quatro dias de trabalho cerca de 1400 veículos foram fiscalizados e mais de 1500 pessoas tiveram suas identidades consultados nos sistemas do órgão. O grande número de abordagens se deve ao objetivo principal da PRF para o período: aumentar o policiamento ostensivo nas rodovias federais que cortam Alagoas, minimizando o risco de acidentes e garantindo a segurança aos usuários das vias.

Quase 700 motoristas realizaram o teste de etilômetro neste período. Em números exatos 658 condutores sopraram o bafômetro e 16 deles haviam ingerido bebida alcoólica antes de dirigir. O maior registro dos feriadões, já que na Operação Tiradentes 12 condutores foram flagrados bêbados e na Semana Santa a PRF autuou 14 pessoas pela mesma infração. Além disso, mais de 100 motoristas foram multados por realizar ultrapassagens proibidas e 214 condutores excederam a velocidade permitida no trecho que circulavam. Ao todo, o órgão extraiu 594 autos de infração.

Quatro pessoas foram presas por crimes cometidos nas BRs de Alagoas. Três delas dirigiam com índice de alcoolemia superior a 0,30mg/l quando foram paradas pelos policiais. A outra prisão se deu no feriado (01), na BR101, em Rio Largo. Durante abordagem à motocicleta Dafra/Super 100, sem placa, o condutor apresentou aos policiais uma nota fiscal de um ciclomotor. Sua intenção era enganar os agentes e fazer com que eles acreditassem que o veículo fiscalizado era uma “cinquentinha”. Após fiscalização detalhada, os policiais observaram que além do documento falso, o veículo parado tinha sinais de identificação adulterados. O homem, de 23 anos, foi preso em flagrante.

Manifestações

A manhã do primeiro dia da Operação Dia do Trabalho (28) foi marcada por diversas interdições em rodovias federais de Alagoas. Manifestantes do Movimento Sem-Terra (MST) interditaram sete pontos do estado, protestando contra a reforma trabalhista e da previdência. Às 13h, todas as BRs do estado estavam desobstruídas.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados