, Quinta-Feira - 19 de Setembro de 2019

 

Fecomércio sinaliza ações sobre os bairros do Pinheiro, Mutange e Bebedouro

Assessoria / 3:31 - 12/08/2019


A fim de prestar uma satisfação à sociedade alagoana em relação as ações da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Alagoas (Fecomércio AL) no que se refere a situação dos empresários dos bairros do Pinheiro, Mutange e Bebedouro, a entidade elaborou um resumo de suas ações em Nota Pública.

A Fecomércio prioriza o diálogo e entende que as discussões são necessárias a fim de assegurar saídas que minimizem prejuízos. Nesse sentido, a Fecomércio tem buscado conversar com o Estado, Município, Tribunal de Justiça de Alagoas e outros atores envolvidos direta ou indiretamente no assunto.

Nota Pública

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Alagoas (Fecomércio AL), com o intuito de prestar contas à sociedade alagoana, resume as atividades que vem desenvolvendo, juntamente com outras instituições, a exemplo do Sebrae Alagoas, na defesa dos interesses de TODOS os empresários e empreendedores dos bairros do Pinheiro, Mutange e Bebedouro da região, desde a sucessão de problemas originados pelo abalo sísmico ocorrido em março de 2018.

As ações incluem, até o momento: três pesquisas do Instituto Fecomércio relativas ao impacto do dano ambiental no contexto socioeconômico dos três bairros atingidos; ofícios às autoridades constituídas e participação em grupos de trabalho e audiências públicas, em busca de benefícios fiscais, de linhas de crédito diferenciadas, de ações de segurança, atenção saúde entre outras; provocação do Conselho Estadual de Proteção do Meio Ambiente (Cepram/AL) para discussão do dano ambiental à região e participação na Câmara Técnica instituída pelo órgão para acompanhamento permanente da situação; apoio ao Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) para levantamento dos prejuízos dos comerciantes (especificamente os lucros cessantes), para viabilização das indenizações (via extrajudicial ou judicial); participação na construção do Plano de Ação Integrada (Eixo Negócios), em cooperação às Defesas Civis Municipal, Estadual e Nacional; audiências e reuniões com parlamentares das bancadas municipal, estadual e federal de Alagoas para discussão de ações integradas.

Por estarem alinhadas à missão institucional da Fecomércio de “coordenar e representar os interesses das empresas das categorias do comércio de bens, serviços e turismo no Estado de Alagoas” , bem como, aos princípios da “transparência, lealdade, empreendedorismo, espírito de equipe, efetividade e ética” que orientam suas ações, as referidas iniciativas denotam um esforço conjunto para minimizar os prejuízos e desgastes emocionais vivenciados por todos os empresários e empreendedores atingidos, suas famílias e colaboradores.

Nesse sentido, a Fecomércio AL continua apostando no diálogo, sobretudo, com representantes dos poderes Executivo e Legislativo e Judiciário (em todas as instâncias) para que o apoio a todos os prejudicados (incluindo, evidentemente, aqueles comerciantes que ainda estão na informalidade e os moradores das regiões afetadas) se traduza em ações efetivas, no mais breve espaço de tempo possível. É o compromisso que a Fecomércio AL ratifica nesta nota pública à sociedade alagoana.


Comentar usando