“Faremos uma gestão democrática e transparente”, diz pré-candidato à presidência do CSA

A chapa encabeçada por Marcelo Brabo conta com o apoio do empresário e patrocinador Álvaro Mendonça, da Carajás

“Faremos uma gestão democrática e transparente”, diz pré-candidato à presidência do CSA

A chapa encabeçada por Marcelo Brabo conta com o apoio do empresário e patrocinador Álvaro Mendonça, da Carajás

Por Thiago Luiz - Estagiário | Edição do dia 10 de setembro de 2021
Categoria: Esportes | Tags: ,,,,,


Com o mandato do presidente Rafael Tenório chegando ao fim, o clima nos bastidores do CSA já começa a se agitar para saber quem será o sucessor. Do lado do atual gestor, Omar Coelho surge como o principal nome. Na oposição, “o brabo tem nome”. Literalmente. O advogado Marcelo Brabo encabeça a chapa que faz concorrência à atual gestão. Sua pré-candidatura foi confirmada durante esta semana.

E antes mesmo de entrar no “período eleitoral”, Brabo já apontou quesitos que precisam ser melhorados pelo próximo presidente. Segundo ele, falta prioridade para as categorias de base e transparência nas finanças. O clube recebeu uma indenização milionária da Braskem pela desocupação do CT do Mutange, mas não divulgou onde e como está sendo utilizado o recurso. Prestação de contas será, segundo Marcelo, um fato primordial em sua gestão.

Sobre a formação de atletas na base, o pré-candidato afirmou que injetar dinheiro nos garotos não é custo, é investimento. Para ele, um clube forte só pode ser feito com formação de atletas de forma qualificada.

Pré-candidato se reuniu com conselheiros do clube para definir norte de sua candidatura. Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal

Outro ponto defendido por Brabo é que sua gestão será democrática e fará, a qualquer momento, consultas ao que eles vão instituir como Conselho Consultivo, que deve contar com patrocinadores, dirigentes, sócios-torcedores, torcida organizada e representantes do poder público.

“O CSA precisa de um Presidente que seja de grupo, o qual seja firme, forte, corajoso e verdadeiro, mas que escute, interaja, dialogue, atue de maneira coletiva e democrática, buscando os melhores valores existentes para auxiliá-lo e que possa ter como foco o planejamento, a valorização, sempre ousando e buscando voos mais altos”, disse o advogado.

A chapa encabeçada por Marcelo Brabo tem apenas um nome definido, o do empresário Álvaro Mendonça, da Carajás, patrocinadora do clube. Em caso de vitória, ele será o presidente do Conselho Deliberativo azulino. Mas, nos bastidores, certamente o candidato terá o apoio de Raimundo Tavares, que saiu do Azulão após desavenças com Rafael Tenório.

Os planos da possível futura gestão são ousados: segundo o pré-candidato, um dos objetivos é a construção da Arena Carajás, mais um palco para o futebol alagoano e, sobretudo, a casa onde o CSA vai sediar seus jogos.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados