, Quinta-Feira - 9 de Abril de 2020

 

Famílias preferem curtir a tranquilidade durante o Carnaval

Erika Messias - Estagiária / 8:00 - 16/02/2020

Por não seguir um “padrão de folia” Maceió se torna a capital do descanso


nm

O retiro é uma opção para quem busca se conectar com a espiritualidade durante o Carnaval. Foto: Arquivo Pessoal

Carnaval. Dizem que o ano só começa de verdade depois do mês mais esperando para quem adora cair na folia e participar de todos os blocos de rua. Mas há quem aprecie ficar na calmaria, deitado em uma rede, ouvido apenas o barulho do vento ou participar de retiros espirituais para alçar paz interior. De qualquer forma, nem todo mundo gosta da agitação durante o Carnaval e pretende procurar alternativas para fugir da multidão e curtir os dias da festa do momo apenas relaxando no silêncio.

Tentando mostrar uma realidade fora da loucura que traz o carnaval, Rita Marcelino organiza retiros há três anos com jovem entre os 12 e 17 anos. O intuito principal é conectar os adolescentes ao lado espiritual junto com um momento descontraído de conversas entre eles e descobertas religiosas. Além disso, o passeio durante essa época do ano faz com que muitos esqueçam de usar aparelhos eletrônicos – como celular – para apreciar a companhia uns dos outros.

“Organizo esses retiros através da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos dias, mais conhecidos como mórmons. Nosso acampamento tem o objetivo de aproximar os jovens do Pai Celestial e de Seu filho, Jesus Cristo. Organizamos 4 dias de atividades esportivas, lúdicas e espirituais. Eles ficam sem qualquer acesso ao celular, já para realmente se conectar com os outros jovens de forma presencial, e não online”, explica Rita.

A igreja consegue reunir cerca de 60 a 80 jovens todos os anos e normalmente variam nos locais para onde os grupos devem seguir. Rita Marcelino conta que as casas para serem realizados os retiros são alugadas com antecedência e os custos das viagens ficam por conta da igreja junto com uma pequena ajuda financeira dos pais para manter a alimentação e transporte.

Mesmo acreditando que a folia do Carnaval tem suas alegrias, a religiosa ressalta que é preciso ter momentos para si próprio e retiros podem proporcionar esse encontro. Ela também enfatiza a questão do mundo voltado para as redes sociais causar um certo distanciamento do mundo real e juntar jovens para praticar atividades ao ar livre pode trazer bons laços para a vida no mundo real.

“É um momento perfeito para recarregar as energias e se cercar de coisas construtivas. Os jovens constantemente vivem no modo online, o que não permite real contato. Promovemos isso com um objetivo em comum, que é justamente aprender mais sobre Cristo e seu evangelho. A festa, como construção social, não é ruim. Tem suas qualidades. Mas se pudermos aproveitar esse momento para focar em coisas que nos elevem, é melhor”, destaca.

Maceió é a capital da tranquilidade durante o carnaval

ORLA-1024x683

Durante os dias de Carnaval, Maceió oferece tranquilidade para turistas. Foto: Marco Antônio / Secom Maceió

A capital alagoana é destaque em paz e sossego quando o assunto é carnaval. Normalmente, o que movimenta a região são as prévias, mas logo depois os foliões procuram outros destinos como Recife, que é considerada a capital do frevo. Porém é justamente pela calmaria e as belas praias que muitos turistas – na sua maioria estrangeiros – acabam vindo para Maceió.

Este ano, pelo menos oito mil devem desembarcar na cidade e mais de 74 voos novos estão sendo esperados. De acordo com o titular da Secretaria Municipal de Turismo, Esporte e Lazer (Semtel), Jair Galvão, essa demanda vai gerar uma ocupação de 90% nos hotéis e pousadas.

“Os turistas que procuram Maceió para passar o Carnaval buscam tranquilidade, sol e mar, experiências gastronômicas, passeios turísticos e conforto na hospedagem. Não é à toa que a nossa capital é uma das mais procuradas nesse quesito e sem falar que os visitantes irão aproveitar a cidade ao ar livre, além de apreciar muitas belezas naturais e passeios incríveis, bem como toda a infraestrutura hoteleira, de serviços e atendimento que só a gente tem”, destaca o secretário.

Ainda segundo as últimas pesquisas de agências turísticas, a maior parte dos visitantes do país que pretendem passar o carnaval em Maceió são de Minas Gerais, São Paulo, Goiânia.

Já na parte internacional, o ranking fica dividido entre turistas portugueses, espanhóis e alemães.


Comentar usando