Família de jovem morto em atropelamento faz protesto em frente à delegacia

A intenção dos familiares é cobrar investigação e justiça para o caso

Família de jovem morto em atropelamento faz protesto em frente à delegacia

A intenção dos familiares é cobrar investigação e justiça para o caso

Por Thatyana Ferreira - estagiária sob supervisão | Edição do dia 4 de junho de 2021
Categoria: Maceió | Tags: ,,


A família de Rubens dos Santos Silva, jovem que morreu atropelado neste domingo (30) na Avenida Menino Marcelo, fará um protesto por volta das 10h desta sexta-feira (04) em frente à Delegacia de Acidentes. A intenção dos familiares é cobrar investigação e justiça para o caso.

Foto: Reprodução/Redes Sociais 

 “Ele sempre foi muito querido por todos. Todo mundo amava ele, sempre estava sorrindo, tirando brincadeira com a gente, um menino cheio de sonhos, estava na melhor fase da sua vida”, disse Jhennifer.

Rubens estava em frente ao Shopping Pátio Maceió por volta das 23h quando foi atropelado por um carro de modelo HB20. Segundo testemunhas, o motorista do carro era menor de idade e aparentava estar embriagado. Também haviam outras pessoas no veículo com o causador do acidente, que o levaram para casa visivelmente abalado. Apenas um familiar  do adolescente permaneceu no local.

Ainda de acordo com Jhennifer, uma viatura da polícia teria passado no momento do acidente e apesar de ter parado não registrou boletim de ocorrência sobre o caso. Ela também afirma que a bicicleta de Rubens foi retirada do shopping antes da perícia por familiares do adolescente que causou o atropelamento.

Assim como o carro, que também foi removido do local e guardado em uma vaga localizada em um condomínio da região. A demora no socorro também é uma queixa da família, já que o acidente aconteceu cerca de 23h e 15 min e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), só foi acionado às 23h e 55 min. 

“Alguns motoboys que passaram na hora disseram que viram ele ainda respirando, agonizando… Rubens ficou internado com traumatismo craniano, fraturas de costelas, das duas pernas e um braço expostas, e teve hemorragia interna”, relata Jhennifer.

A perícia da bicicleta e do carro já foram realizadas. Já o adolescente, prestou depoimento e foi liberado. Não há mais informações sobre o andamento do caso e a família cobra por respostas.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados