Falso consórcio usa redes sociais para atrair vítimas; Veja o caso

Alguns suspeitos seguem foragidos

Falso consórcio usa redes sociais para atrair vítimas; Veja o caso

Alguns suspeitos seguem foragidos

Por Thatyana Ferreira - estagiária sob supervisão | Edição do dia 16 de junho de 2021
Categoria: Alagoas, Polícia | Tags: ,,


Duas pessoas foram presas em Maceió acusadas de participar de um golpe de falso consórcio nesta terça-feira (15). O delegado Leonam Pinheiro, da Delegacia de Roubos e Furtos, foi o responsável pelas prisões. Outros suspeitos seguem foragidos.

De acordo com as investigações, os suspeitos criaram uma empresa de fachada e utilizavam as redes sociais para divulgação do falso consórcio. Eles ofereciam meios para que as vítimas comprassem casas novas e de acordo com o delegado Leonam, com esse golpe os acusados arrecadaram cerca de meio milhão de reais. Para atrair novas vítimas e passar credibilidade, os golpistas também usaram o nome de um cantor famoso. 

Uma das vítimas, responsável pela primeira denúncia, perdeu mais de R$ 4 mil reais para a quadrilha depois de acreditar que tinha sido contemplada com uma carta de crédito. Segundo informações do delegado, a empresa não possui registro no Banco Central e ainda há suspeitos foragidos sendo procurados pela Polícia Civil.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados