Boa Noite!, Domingo - 22 de Setembro de 2019

 

FAF inicia implementação de Compliance

/ 9:56 - 12/08/2019


Assessoria/FAF

Buscando se adequar às normas internas e externas, a Federação Alagoana de Futebol iniciou a implementação de programa de compliance. Na última quarta-feira (07), o presidente da FAF, Felipe Feijó e o diretor Administrativo, Júnior Beltrão receberam o relatório inicial do advogado Nilo Patussi, sócio do escritório Gelson Ferrareze Sociedade de Advogados, referência brasileira no assunto.

A implementação do plano é a primeira medida do novo mandato do presidente Felipe Feijó visando o aperfeiçoamento da gestão da FAF junto aos clubes, parceiros e colaboradores. O compliance visa aperfeiçoar a Administração da entidade adequando em conformidade legais e éticas.

Com a medida, a expectativa é de que a Federação Alagoana possa contar com benefícios que auxiliem no crescimento da instituição. Entre eles, melhor imagem para o público; menor dificuldade de adquirir recursos e novos parceiros; aumento na produtividade e satisfação dos colaboradores; menor riscos jurídicos e financeiros.

Os trabalhos para a implementação do compliance iniciaram na FAF no mês de março e deve durar entre seis meses e um ano. Os sócios do escritório Gelson Ferrareze, os advogados Nilo Patussi e Andrei Kampff realizaram entrevistas com todos os colaboradores da Federação em busca de entender o funcionamento e os processos internos da gestão.

Felipe Feijó destacou a importância do programa. “O que estamos realizando na Federação é algo inovador dentro do futebol brasileiro. São pouquíssimas Federações Estaduais no Brasil que possuem compliance em suas administrações. Estamos saindo na frente mostrando que o futebol alagoano se tornará referência em gestão eficaz, transparente e com mais credibilidade. Isso vai nos possibilitar em obter mais ganhos e menos perdas, que poderão se transformar em novos investimentos nas competições promovidas pela FAF”, disse.

Para o advogado Nilo Patussi, que auxilia à FAF na implementação do programa de compliance, a entidade colherá frutos em breve. “É um caminho sem voltas na gestão esportiva. A administração da Federação dará um passo moderno se adaptando a modernidade”, ressaltou.

Ascom/FAF


Comentar usando