, Quarta-Feira - 24 de Abril de 2019

 

Estudantes universitários levam cursinho gratuito a periferia

João Lemos / 10:27 - 13/04/2019

O objetivo do projeto é promover aulões gratuitos para alunos da rede pública da capital.


Créditos: Assessoria.

Créditos: Assessoria.

Um grupo de estudantes Universitários de Instituições Privadas e da Universidade Federal lançaram na tarde de hoje (13) na Escola Estadual Benedita de Castro Lima no bairro do Clima Bom Dois um cursinho popular preparatório para o Enem, com um título bastante inovador os estudantes já provaram que estão dispostos com a causa.

O PERIFAENSINA tem o objetivo de promover aos sábados aulões gratuitos para os alunos da rede pública que irão fazer o Enem em 2019, a ideia que tem a parceria da diretoria da escola já conta com a participação de cem alunos inscritos e cerca de vinte e cinco professores voluntários.

“O bairro do Clima Bom está localizado em uma região da periferia de Maceió, situado na parte alta da capital, a Escola Estadual Benedita de Castro Lima sempre abriu as portas para receber projetos que promovam o bem social. A ideia desses estudantes em realizar um cursinho totalmente gratuito desde a inscrição ao voluntariado de professores não poderiam receber ao menos que todo o nosso apoio. Nossa escola no último Enem teve a alegria de ter mais de 50 alunos aprovados, com esse projeto acreditamos que muito mais alunos irão conseguir entrar na Universidade por meio do cursinho” ressaltou Naildo Melo, diretor da Escola.

Diante da luta que um jovem da periferia tem para conseguir entrar na Universidade os idealizadores do cursinho que conta com um número de 20 amigos não perderam tempo em querer usar das experiências já consolidadas para o benefício da comunidade.

Idealizadores do Cursinho PERIFAENSINA. Créditos: Assessoria/Divulgação.

Idealizadores do Cursinho PERIFAENSINA. Créditos: Assessoria/Divulgação.

Paulinho Lima, coordenador geral do projeto e morador do bairro fala que o intuito vai muito além de um incentivo, é dialogar também com a juventude, “Nós queremos mostrar que a Universidade é um espaço que a periferia tem que ocupar, e que o filho do trabalhador e da trabalhadora vai sentar ao lado do filho do patrão, Já somos criminalizados só pelo fato de morarmos na periferia, por isso, temos que colocar nossa gente nos espaços que historicamente foram ocupados por pessoas que não conhecem a nossa realidade. Essa juventude aqui reunida será o futuro da sociedade, a periferia vai ocupar as Universidades Públicas, e se não for à pública, serão as Universidades Particulares, com o Prouni e o Fies”.

Com uma mesa redonda abordando o tema: “A importância do jovem da periferia na Universidade” alunos, coordenadores e professores voluntários puderam debater sobre a realidade que a juventude têm em conseguir entrar num espaço acadêmico. A aula inaugural contou com a participação de cerca de 70 alunos.

O Cursinho irá funcionar todos os Sábados a partir do dia 27 do corrente, os estudantes serão distribuídos em duas turmas abordando a cada fim de semana uma matéria isolada, o projeto é gratuito e aguarda a participação efetiva dos estudantes do ensino médio ou do Eja – Ensino de Jovens e Adultos.

56588513_107170307133451_5730308798971641856_n

Créditos: Divulgação.


Comentar usando