Estudantes da rede terão dia dedicado ao futebol feminino em evento da CBF

Alunas na faixa etária dos 7 aos 12 anos terão momento com a jogadora Maurine Gonçalves e poderão por seus talentos em prática

Estudantes da rede terão dia dedicado ao futebol feminino em evento da CBF

Alunas na faixa etária dos 7 aos 12 anos terão momento com a jogadora Maurine Gonçalves e poderão por seus talentos em prática

Por Assessoria | Edição do dia 8 de novembro de 2021
Categoria: Educação, Esportes | Tags: ,,,,,,


Meninas estudantes da rede municipal de ensino terão a oportunidade de conhecer uma das grandes atletas do futebol feminino brasileiro e se familiarizarem mais com o esporte. Ao todo, 230 alunas de 7 a 12 anos terão um momento com a jogadora Maurine Gonçalves e participarão do Festival de Futebol, na Universidade Federal de Alagoas (Ufal).

Realizado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o CBF Social de Futebol Feminino ocorrerá em Maceió esse ano e busca promover a modalidade entre os estudantes. As ações vão de quinta-feira (11) até o sábado (13), e envolverão várias ações de promoção do futebol feminino.

Nesta quinta-feira (11), uma cerimônia de abertura com a presença do prefeito JHC e do presidente da CBF, Felipe Feijó, será realizada na Ufal. Em seguida, vários embaixadores da CBF Social darão palestras sobre temas como a dedicação ao futebol, as seleções femininas e políticas e ações afirmativas.

Já na sexta-feira (12), a jogadora Maurine Gonçalves irá ao auditório da Escola Municipal Nosso Lar I, no Vergel do Lago, onde dará uma palestra para estudantes meninos e meninas sobre sua trajetória no esporte feminino.

Coordenadora de projetos suplementares da Secretaria Municipal de Educação, Lívia Lima diz que a ação será afirmativa em vários sentidos e deixará uma marca positiva na vida de todas as participantes, que foram selecionadas pelas escolas.

“O esporte já tem uma grande importância na vida desses estudantes, e também há uma valorização do futebol feminino. Vamos ter a embaixadora, Maurine, aqui, e ela conta sobre o como foi difícil o início da carreira dela, devido à falta de incentivo”, detalha.

Durante a tarde, após ouvirem o relato da jogadora, as estudantes vão para a Ufal, onde participarão de um festival dedicado ao futebol feminino. Ele envolve várias brincadeiras e jogos e objetiva a prática e despertar o interesse da modalidade nas estudantes presentes.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados