Estelionatário que aplicava golpes pelo país é preso em Maceió

Estelionatário que aplicava golpes pelo país é preso em Maceió

Por | Edição do dia 10 de setembro de 2016
Categoria: Notícias, Polícia | Tags: ,,,,


Na hora da prisão, falso militar estava fardado (Foto: assessoria)

Na hora da prisão, falso militar estava fardado (Foto: assessoria)

A Secretaria de Segurança Pública de Alagoas (SSP-AL) apresentou, nesta sexta-feira (9),o curioso caso do falso comandante Alexandro Brites, de 36 anos. Ele foi preso na parte alta da cidade, após suas vítimas denunciarem o golpe que já vinha sendo praticado em mais quatro estados.

Há cerca de dois meses Alexandro vinha se apresentando nas comunidades carentes como comandante do Corpo de Bombeiros. Ele aproveitava a falta de informação e necessidade das famílias humildes para recrutar jovens na falsa esperança de iniciarem a carreira militar e posteriormente serem inseridos numa faculdade ou em cursos profissionalizantes.

Após receber denúncias o delegado da Seção de Roubo a Bancos (Serb), Vinícius Ferrari, organizou uma rápida ação no bairro da Cidade Universitária que resultou na prisão do falso comandante. No momento da prisão, ele estava fardado.

As vítimas tinham que entregar documentação (CPF e carteira de identidade), fotos 3×4 e seguirem as exigências solicitadas como idade, altura mínima, peso e outros. Os documentos das vítimas eram encaminhados ao cartório onde iniciavam o processo de pessoa jurídica e começaria a cobrar dinheiro daqueles que já estavam cadastrados. Com ele a polícia encontrou dezenas de documentos e fotos das vítimas e várias pastas cadastrais, além de recibos e notas promissórias assinadas e sem preenchimento.

Segundo o delegado Vinícius Ferrari, o falso comandante Alexandro já agia nos estados de Pernambuco, Mato Grosso do Sul, Ceará e Piauí. “Aqui no Estado ele já tinha conseguido cadastrar mais de 20 pessoas, todos jovens humildes que residiam nos bairros, Cidade Universitária e Cruz das Almas. As próprias vítimas ao perceberem o golpe nos acionaram e esse tipo de atitude é muito importante, porque a sociedade está entendendo que ela também nos auxilia a conter a criminalidade”, ressaltou o delegado.

Ficha criminal

Natural do Mato Grosso do Sul, Alexandro já responde a um processo por roubo. O golpe foi iniciado em seu estado natal e expandido para outros três estados, Ceará, Pernambuco, onde chegou a ser preso, mas conseguiu escapar duas vezes, e no estado do Piauí onde chegou a se apresentar como aspirante para trabalhar na corporação.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados