Espanha pede indiciamento de Neymar e seu pai

Espanha pede indiciamento de Neymar e seu pai

Por | Edição do dia 7 de junho de 2016
Categoria: Esportes


A Procuradoria da Audiência Nacional da Espanha solicitou que Neymar seja processado junto com seu pai por crime de corrupção entre particulares em relação a uma suposta fraude contra o fundo DIS, que administrava parte de seus direitos federativos.

O procurador José Perals apresentou ao juiz da Audiência Nacional José de la Mata seu parecer favorável ao indiciamento de ambos na causa em que se investiga a denúncia do fundo DIS, que tinha 40% dos direitos federativos de Neymar e afirma ter sido enganado por não ter recebido o valor que lhe correspondia na transferência para o Barcelona, informaram à Agência Efe fontes jurídicas.

Em fevereiro, o juiz De la Mata ouviu os depoimentos do jogador e seus pais, Neymar e Nadine, além do presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, e de seu antecessor no cargo, Sandro Rosell, por crimes de fraude em relação com a contratação do brasileiro pelo clube catalão.

Segundo os querelantes, a DIS deveria receber 40% do valor que o Barcelona pagou ao Santos pelos direitos federativos do jogador.

No entanto, afirmam que o fundo de investimento só recebeu esse percentual dos 17,1 milhões de euros que o clube disse ter pagado por Neymar, quando a contratação custou, segundo as investigações da Audiência Nacional em outra causa, um total de 83,3 milhões de euros.

Sobre a decisão, as empresas do atacante emitiram o comunicado abaixo:

As empresas N&N Consultoria e NR Sports e as pessoas físicas citadas não foram notificados, até então, pela Justiça Espanhola. A partir da notificação, as empresas e pessoas envolvidas prestarão todos os esclarecimentos necessários à Justiça Espanhola, como tem sido feito desde as primeiras acusações proferidas pela DIS, inclusive com a entrega de toda documentação exigida.

Com relação à acusação, gostaríamos de esclarecer que a participação da DIS nos direitos econômicos do atleta Neymar Jr. referia-se somente ao contrato mantido com o Santos FC, e foi integralmente quitado, tendo a DIS apurado lucro de cerca de 290%.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados