Escola Sesi Senai do Benedito Bentes classifica duas equipes para a OBR

Realizada 100% online, competição traz um desafio a mais para estudantes

Por Assessoria | Edição do dia 4 de novembro de 2020
Categoria: Alagoas, Notícias | Tags:


Duas equipes da Escola Sesi Senai do Benedito Bentes se classificaram para a fase nacional da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR), após alcançarem o índice de pontuação na etapa estadual, realizada no último dia 22 de outubro. O resultado foi confirmado pela organização do evento nessa segunda-feira, 2.

Nesta edição, a competição coordenada pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) acontece em meio à pandemia de Covid-19. E justamente por conta desse cenário, as olimpíadas – regional e brasileira – adotaram o formato virtual, trazendo um desafio a mais para os estudantes: a adaptação ao novo formato de programação dos robôs, totalmente à distância.
O professor de Robótica da Rede Sesi Senai de Educação, Eduardo Monteiro, explica como funciona. “Eles se cadastram no ambiente virtual, o sBotics, onde encontram modelos de robôs, escolhem um deles e desenvolvem a programação para que funcione. Como é o primeiro desafio realizado totalmente de forma virtual, o diferencial é aprender essa nova linguagem de programação”, disse, ao acrescentar que, dessa forma, os alunos participam das provas sem saírem de casa.
Para o aluno André Vinícius Barros Loureiro, de 13 anos, a experiência na olimpíada virtual foi bem legal. Ele é integrante da equipe Sesi Senai Roboben, que compete na categoria ensino fundamental, juntamente com os colegas Gleicy Vitória Barros Gomes, 12, e Kauã Emanuel Vicente Crescêncio, 13.
O adolescente, que no ano passado não se classificou para a OBR, acredita que o ambiente virtual facilitou a conquista deste ano. “No sBotics, agora, eu consegui ir ao nacional, pois me adaptei melhor e tive mais tempo para programar o robô. Eu achei bem simples de programar, bem bacana como eles fazem, como funcionam as coisas. Eu gostei bastante e pretendo continuar usando ele [sBotics] para as próximas competições, se for usado como uma modalidade da OBR”, disse.
A outra equipe classificada, esta no ensino médio, é a Sesi Senai Robomac, que tem os alunos Evellyn Joana dos Santos Silva, 15, Girlene de Oliveira, 15 e Carlos Eduardo dos Santos Silva, de 18 anos. Segundo o garoto, a mudança foi grande, pois, em três anos, esta é a primeira vez da equipe numa competição online.
Não é possível manusear o robô a ser montado e programado, o que igualou o nível das equipes, segundo ele. “Eu consegui crescer muito na parte de programação, lógica de programação e aprender como usar isso ao meu favor. A minha equipe também conseguiu porque nesse simulador você escolhe um robô e o monta. Então, a maior parte do que você tem que fazer é programar”, afirmou.

Calendário
A Olimpíada Brasileira de Robótica começa dia 11 próximo, com as provas para os alunos do ensino fundamental. No dia 12, será a vez do ensino médio. O desafio final para as melhores equipes das duas categorias será dia 13. Os vencedores serão conhecidos no dia 14, quando ocorrerá a premiação virtual.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados