Equipe de JHC é presa em flagrante por suspeita de compra de votos em Maceió

Equipe de JHC é presa em flagrante por suspeita de compra de votos em Maceió

Por Assessoria* | Edição do dia 28 de novembro de 2020
Categoria: Notícias | Tags: ,,


Foto: Reprodução

Policiais militares prenderam em Maceió um grupo de seis pessoas suspeitas de compra de votos na eleição para prefeito da capital alagoana. Os detidos fazem parte da equipe do candidato João Henrique Caldas (PSB), que enfrenta nas urnas neste domingo Alfredo Gaspar (MDB). O flagrante da PM ocorreu no fim da tarde deste sábado, véspera do dia da votação. Os suspeitos também estavam com uma lista de nomes de lideranças políticas que apoiam JHC.

Os presos foram conduzidos à Polícia Federal por se tratar de eventual crime eleitoral. O veículo em que estavam e uma quantidade de dinheiro em espécie foram apreendidos na operação. Segundo as primeiras informações, eles estavam com um valor aproximado de R$ 9 mil.

Ainda de acordo com a polícia, os suspeitos tentaram enterrar as provas no momento do flagrante. Além disso, o grupo levava supostos documentos de regularização de terrenos na parte alta de Maceió.

A campanha de JHC enfrentou na véspera do 2º turno grandes dificuldades. No início da tarde,  um trio elétrico que fazia campanha para o candidato ficou sem freio e invadiu a casa de moradores que não tinham nada a ver com a carreata. Duas pessoas ficaram feridas. Também existem suspeitas que João Henrique Caldas esteja ligado a um ataque a campanha do seu adversário, Alfredo Gaspar, com telefonemas em massa à população, prejudicando a imagem do candidato, o fato também aconteceu neste sábado (27).

De acordo com informações do site Gazeta Web, o fato aconteceu em Rio Largo, e as pessoas foram encaminhadas à PF, mas não foram presas. Segundo o portal, o grupo de pessoas foi ouvido e liberado, mas a ocorrência não se tratou de crime eleitoral. Entretanto, a assessoria da instituição não veio a público sobre o assunto.

Atualizado em 29/11/2020 as 14h27

 

 

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados