Equatorial contribui com ação da Polícia Militar de combate ao furto de energia em haras na cidade de Marechal Deodoro

Operação Pangaré II foi realizada na manhã desta segunda-feira (22)

Equatorial contribui com ação da Polícia Militar de combate ao furto de energia em haras na cidade de Marechal Deodoro

Operação Pangaré II foi realizada na manhã desta segunda-feira (22)

Por Assessoria | Edição do dia 24 de novembro de 2021
Categoria: Alagoas | Tags: ,,,


Dando continuidade às ações de fiscalização de combate ao furto de energia elétrica, a Secretaria de Segurança Pública de Alagoas (SSP/AL), por meio da Polícia Militar, com o apoio da Equatorial Alagoas, realizou nesta segunda-feira (22), a operação Pangaré II. Durante a ação, a polícia flagrou situação irregular em um haras, localizado no município de Marechal Deodoro. Na propriedade foi encontrado um medidor de energia, mais conhecido como “relógio”, que já havia sido desligado pela empresa e foi ligado por conta própria pelo cliente, que não estava pagando pelo seu consumo.

De acordo com informações repassadas pela equipe de fiscalização da Distribuidora, que atuou junto da Polícia Militar na operação, o cliente efetuou o pagamento de mais de R$ 6.700 referentes às faturas que estavam em atraso e também se colocou à disposição para quitar o processo de Consumo não Registrado (CNR), que será instaurado devido o impedimento da medição correta.

Na própria ação, a unidade consumidora foi normalizada com a instalação de um novo medidor de energia elétrica e equipes da Distribuidora também executaram a substituição do padrão de entrada do cliente, para oferecer mais segurança com a finalidade evitar outras perdas decorrentes de furtos e fraudes de energia.

O superintendente operacional da Equatorial Alagoas, Sérgio Valinho, agradeceu a atuação da Secretaria de Segurança Pública e da Polícia Militar durante mais essa ação realizada, ressaltando que a empresa está intensificando as fiscalizações e também tem investindo no uso de tecnologia avançada para auxiliar o trabalho das equipes de campo que realizam diariamente as inspeções.

“Hoje estivemos mais uma vez dando suporte à Polícia Militar nas operações de combate ao furto e fraude de energia.  Vamos continuar trabalhando diariamente para coibir esse tipo de prática em todo o estado, que gera prejuízos a toda população. Com certeza o sentimento de todos que atuaram na ação é de dever cumprido”, enfatiza o superintendente.

 

Crimes de denúncias

A Distribuidora reforça, que o combate a esses tipos de crimes, previstos nos artigos 155 e 171 do Código Penal Brasileiro, é fundamental para manter a qualidade da energia elétrica distribuída aos alagoanos, sem que haja prejuízo, como oscilações e possíveis interrupções aos clientes em situação regular, além de ocasionar diversas consequências para a empresa e para o estado.

As denúncias de ligações clandestinas e irregulares podem ser feitas anonimamente na Central de Atendimento da Equatorial por meio do telefone 0800 082 0196 ou no site al.equatorialenergia.com.br. Ao acessar o site oficial, o cliente terá acesso a uma área para fornecer dados sobre a situação, como por exemplo: endereço, município, código único a ser denunciado, número do medidor de energia, pontos de referência e também o espaço conta com a opção para anexar imagens e vídeos que possam auxiliar na análise do caso. Depois de registrada no sistema, uma equipe será encaminhada para realizar a inspeção.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados