Empresário é acusado de sonegar R$ 10 milhões de impostos em Maceió

Polícia Federal descobriu que até um morador de rua foi usado como laranja no esquema criminoso

Empresário é acusado de sonegar R$ 10 milhões de impostos em Maceió

Polícia Federal descobriu que até um morador de rua foi usado como laranja no esquema criminoso

Por | Edição do dia 19 de junho de 2019
Categoria: Notícias, Polícia | Tags: ,,,,,


201906190817_075b078efe

Um empresário acusado de sonegar impostos está sendo investigado pela Polícia Federal de Alagoas por causar um prejuízo de R$ 10 milhões aos cofres públicos. Durante a manhã desta quarta-feira (19), os agentes da PF deflagraram a Operação Camaleão e cumprem mandados de busca e apreensão no supermercado que pertence ao suspeito, localizado no Eustáquio Gomes e na residência dele que fica na Jatiúca.

Segundo a PF, as investigações estão acontecendo desde 2015, quando os agentes descobriram que o empresário e alguns funcionários – que ainda não tiveram as identidades reveladas –, estavam fazendo movimentações bancárias suspeitas. Além disso, o estabelecimento já havia pertencido a vários donos utilizados como “laranjas” para a prática de sonegação.

A principal linha de investigação usada pela Polícia Federal foi falsificação de documentos, onde até um morador de rua acabou se tornando um dos donos do comércio. Os envolvidos no esquema criminoso podem responder por sonegação tributária e fiscal, formação de quadrilha e estelionato podendo cumprir pena de até 19 anos de prisão.

Os mandados foram expedidos pela 3ª Vara da Justiça Federal e o nome da operação faz alusão ao fato de que o camaleão muda de cor como uma forma de enganar os predadores e não ser identificado no ambiente.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados