Em um ano, Focinho Responsável ajudou mais de 640 animais a encontrarem um novo lar

Canal de adoção no Instagram difunde a guarda responsável e faz parte do Programa de Apoio aos Animais

Em um ano, Focinho Responsável ajudou mais de 640 animais a encontrarem um novo lar

Canal de adoção no Instagram difunde a guarda responsável e faz parte do Programa de Apoio aos Animais

Por Assessoria | Edição do dia 14 de julho de 2022
Categoria: Maceió, Ultimas Notícias | Tags: ,,


Conectar quem deseja adotar com responsabilidade a animais que estão prontos para ganhar um novo lar. Essa é a missão do @focinhoresponsável, canal de adoção no Instagram que completou um ano no mês de junho com 643 histórias bem-sucedidas. O projeto, que faz parte do Programa de Apoio aos Animais, cuida de cães e gatos temporariamente e divulga seus perfis para que encontrem uma família que os acolha.

Na página do Instagram @focinhoresponsável os interessados têm acesso a fotos, sabem o porte e a idade dos animais que estão prontos para ser acolhidos. Nela também é possível ter acesso ao formulário de adoção, que deve ser preenchido pelo candidato caso ele decida receber um dos 117 animais atualmente disponíveis.

Antes de adotar, recomenda-se que todos os membros da casa estejam de acordo, que se conheçam as características e necessidades da espécie e que o adotante se informe sobre a expectativa de vida do animal escolhido e se comprometa com os cuidados necessários durante todo o período.

Para adotar é necessário preencher o formulário de adoção e aguardar o contato das equipes pelo WhatsApp do Programa, que é feito em até dois dias úteis. Quando a adoção é confirmada, o tutor agenda com a equipe a data para receber o animal em sua residência e assina o Termo de Compromisso de Adoção. Antes de ser encaminhado para um lar, a equipe trata, castra, vermífuga o cão ou gato e avalia se ele tem condições de conviver em família.

Após a adoção, o novo dono deve estar comprometido com o bem-estar do animal. É importante que ele tenha um espaço adequado, alimentação de qualidade e faça visitas regulares ao veterinário.

De acordo com o coordenador do Programa, o médico veterinário, doutor, professor e pesquisador pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL), Pierre Barnabé Escodro, além de promover a saúde do animal antes dele ser adotado, também são passadas orientações sobre a guarda responsável aos adotantes. “Não colocamos para a adoção qualquer animal para qualquer pessoa. É feita uma avaliação ampla para saber se a pessoa tem condições de adotar. A partir do momento que ele está com o tutor, a responsabilidade não pode ser transferida. O tutor assume um processo de adoção e deve arcar com as necessidades do animal”, explicou Escodro.

O transporte até a nova casa é gratuito e feito pela equipe do Programa para qualquer região de Alagoas. Caso tenha condições para garantir a saúde e bem-estar, cada pessoa pode adotar até dois animais.

O Programa de Apoio aos Animais

A Braskem desenvolveu o Programa de Apoio aos Animais, em parceria com o Grupo de Pesquisa e Extensão em Equídeos e Saúde Integrativa da Universidade Federal de Alagoas (GRUPEQUI-UFAL), com o objetivo cuidar dos animais que pertencem aos moradores dos bairros atingidos pelo fenômeno geológico e que fazem parte do Programa de Compensação Financeira e Apoio à Realocação.

O Programa conta com uma equipe formada por mais de 20 pessoas – sendo 6 médicos veterinários – e contempla castração, tratamento, vacinação e cuidados com o transporte no dia da mudança, e na ida e na volta para o local da hospedagem temporária. Até junho, cerca de 6.580 animais já haviam sido atendidos.

Para acessar o perfil, clique aqui (www.instagram.com/focinhoresponsavel).

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados