Em parceria com o Ministério Público Estadual, Senac certifica jovens do Projeto Recomeçar

Entrega dos certificados foi realizada em cerimônia realizada no município de Arapiraca

Em parceria com o Ministério Público Estadual, Senac certifica jovens do Projeto Recomeçar

Entrega dos certificados foi realizada em cerimônia realizada no município de Arapiraca

Por Assessoria | Edição do dia 23 de outubro de 2020
Categoria: Notícias | Tags: ,,


Foto: Reprodução

O Senac realizou, na última quinta-feira (22.10), no Ginásio do Sesc Arapiraca, a entrega dos certificados de conclusão dos cursos de Informática Básica, Assistente Administrativo e Assistente de Marketing e Vendas realizados pelos 100 jovens que cumprem medidas socioeducativas, em Arapiraca, atendidos na terceira etapa do Projeto Recomeçar, uma iniciativa do Ministério Público Estadual de Alagoas (MPAL) que tem, como objetivo, dar condições para que esses jovens tenham a vida transformada.  “Que este certificado seja o início de uma nova história para vocês”, disse Gilton Lima, presidente do Sistema Fecomércio Sesc/Senac Alagoas, em seu discurso.

Os adolescentes beneficiados pelo projeto vivem em condições de vulnerabilidade social. “É um projeto que apresenta uma nobre missão: oferecer oportunidade aos adolescentes que vivem em situação vulnerável e de risco a encontrar o seu lugar no mercado de trabalho”, explicou o procurador-geral de Justiça, Márcio Roberto Tenório de Albuquerque. O Recomeçar é coordenado pelos promotores de justiça Maurício Wanderley e Viviane Karla Farias, respectivamente titular e substituta da 7ª Promotoria de Justiça de Arapiraca que tem atribuição para atuar na proteção da infância e juventude.

“No início, o projeto Recomeçar acolhia apenas adolescentes infratores, em conflito com a lei, na tentativa de oferecer a eles uma qualificação profissional para que não mais praticassem qualquer ato infracional. Mas, logo ele cresceu e passou a beneficiar também jovens que vivem em condição de vulnerabilidade social. Enxergamos que esse público também precisava de ajuda e fomos em busca de capacitação, o que conseguimos graças à sensibilidade de todos os nossos parceiros. Hoje já são centenas formados e empregados e a nossa alegria é imensurável diante do alcance que o Recomeçar conquistou”, comemora Viviane Karla Farias.

Maurício Wanderley, idealizador do projeto, igualmente compartilhou da felicidade de ver mais uma turma formada e defendeu que a iniciativa precisa crescer ainda mais. “O desafio do projeto Recomeçar para 2021 é unir forças e tentar sensibilizar o poder executivo municipal para que o CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente) também seja contemplado na Lei Orçamentária Anual de 2022 com recursos suficientes para o desenvolvimento da política pública infanto-juvenil e para contratação de cursos profissionalizantes através do Sistema S, assim como foi feito no ano de 2020. Não apenas o Ministério Público deve ser protagonista no treinamento desses jovens. Essa responsabilidade deve ser de todos nós”, destacou.

“Parcerias como essa reforçam o trabalho de resgate de jovens que desenvolvemos, por meio do Programa de Aprendizagem, incentivando-os a desenvolver, além dos conhecimentos teóricos e práticos, a autoestima, a criatividade, a cidadania, a responsabilidade e a ética”, finaliza Telma Ribeiro, diretora Regional do Senac Alagoas.

 

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados