Em Alagoas, MST realiza ato em memória de dirigente morto em Atalaia

Em Alagoas, MST realiza ato em memória de dirigente morto em Atalaia

Por | Edição do dia 29 de novembro de 2019
Categoria: Alagoas, Notícias | Tags: ,,,,,


mst

Movimento se manifesta em Alagoas nesta sexta-feira (Foto: Gustavo Marinho / Assessoria MST)

Como parte do Dia Estadual de Luta contra a Violência e a Impunidade no Campo e na Cidade, centenas de trabalhadores e trabalhadoras rurais de diversas regiões de Alagoas realizam na manhã de hoje (29) mobilização em frente ao Fórum José Jerônimo de Albuquerque, em Atalaia, na Zona da Mata do estado.

O dia marca o assassinato de Jaelson Melquíades, dirigente do MST na região, morto há 14 anos em uma emboscada sob ordem dos latifundiários do município. “Desde o assassinato de Jaelson, o dia 29 de novembro para nós, trabalhadores e trabalhadoras rurais Sem Terra, é mais um dia de denunciarmos a violência contra aqueles e aquelas que lutam pelos seus direitos no campo”, destacou José Neto, da Direção Nacional do MST.

O ato que reúne camponeses e camponesas de todo o estado de Alagoas, também conta com a presença de lideranças religiosas que realizam um ato ecumênico em memória aos que tombaram na luta pela terra em Alagoas e no Brasil.

“Manter a memória da vida e da luta dos trabalhadores que tombaram é também uma forma de honrar o sangue derramado na luta pela terra e pela Reforma Agrária”, reforçou o dirigente. “É com essa memória viva, com a nossa produção de alimentos saudáveis, com a nossa luta por tudo que nos é de direito que vamos dar respostas aqueles e aquelas que nos querem mortos”.

Ainda de acordo com José Neto, o ato também carrega a denúncia da impunidade frente aos casos de violência no campo. “Mesmo assassinado há 14 anos, o caso de Jaelson Melquíades continua aberto, somente um executor do crime foi preso e os mandantes continuam em liberdade”, disse.

“Esse é apenas um caso que retrata a impunidade que sustenta e fortalece a violência no campo. Se formos olhar o histórico dos assassinatos de trabalhadores rurais em Alagoas vamos nos deparar ainda com outros casos que seguem impunes até hoje”.

Após o ato ecumênico na frente do Fórum de Atalaia, os trabalhadores e trabalhadoras devem realizar uma marcha pela cidade ainda durante a manhã de hoje (29).

 

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados