Educação realiza palestra em alusão ao Dia do Indígena para servidores da rede

Ação visa discutir sobre a inclusão de questões indígenas nas diretrizes curriculares das escolas

Educação realiza palestra em alusão ao Dia do Indígena para servidores da rede

Ação visa discutir sobre a inclusão de questões indígenas nas diretrizes curriculares das escolas

Por Assessoria | Edição do dia 15 de abril de 2022
Categoria: Educação, Maceió, Ultimas Notícias | Tags: ,


A Secretaria Municipal de Educação (Semed) promove uma palestra em alusão ao Dia do Indígena no dia 27 de abril, às 14h, no auditório Paulo Freire, localizado na sede da secretaria. Intitulada “Educação: o protagonismo dos povos indígenas”, a palestra visa discutir sobre a inclusão das questões indígenas no currículo escolar e a presença dessas discussões no cotidiano para além da data comemorativa.

O evento é aberto para os gestores, coordenadores, professores, assistentes sociais e toda equipe do ambiente escolar. O convidado especial e responsável pelo debate é o professor doutor Jorge Vieira, que pesquisa o assunto há 40 anos e lançou diversos livros. Ação visa discutir sobre a inclusão de questões indígenas nas diretrizes curriculares das escolas.

Professor e pesquisador há 40 anos sobre os povos indígenas, Jorge Vieira. Foto: cortesia

Professor e pesquisador há 40 anos sobre os povos indígenas, Jorge Vieira. Foto: cortesia

Jorge conta que a palestra vai tratar um pouco sobre a questão histórica dos indígenas no nordeste, especialmente em Alagoas. Também serão abordados assuntos como a extinção de diversas etnias por autoridades locais e os seus ressurgimentos, tendo como base a luta e a reivindicação por suas terras. Ele acredita que o debate sobre isso se faz necessário e fundamental diante do contexto em que o país se encontra.

“Vamos discutir o fenômeno da volta e da luta dos indígenas pelo reconhecimento étnico e por seus direitos e, claro, trazendo a discussão pelo contexto da conjuntura atual. Houve e há políticas de destruição no nosso país contra os povos indígenas e é fundamental que a história dessa população seja partilhada todos os dias. As questões indígenas devem ser mais discutidas e, de fato, incluídas nos componentes curriculares”, afirma o professor.

Coordenadora do NEDER, Ednilza Cabral. Foto: cortesia

Coordenadora do NEDER, Ednilza Cabral. Foto: cortesia

A ação é realizada pelo Núcleo de Diversidade Étnico-Racial (NEDER) da Semed que vem fazendo um trabalho de conscientização e reflexões sobre questões afro-indígenas. Para a coordenadora do NEDER, Ednilza Cabral, a escola deve realizar discussões e debates para que o aluno entenda que a valorização ao indígena não pode se concentrar apenas em uma data.

“O nosso objetivo é fazer com que a escola entenda que a questão indígena tem que perpassar do mês de abril. Não é uma questão esporádica, um momento só vivenciado no dia 19 de abril, mas fazer com que a escola perceba a importância de trabalhar a cultura indígena no contexto atual. Que a questão indígena fique no cotidiano, no dia a dia, que seja valorizada e não fique só como algo folclórico”, disse a coordenadora.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados