“É preciso estar aqui”, amor por Maradona supera temor de covid

“É preciso estar aqui”, amor por Maradona supera temor de covid

Por Reuters | Edição do dia 26 de novembro de 2020
Categoria: Esportes | Tags:


Reuters/Matias Bagglieto

O velório de Diego Armando Maradona, que alguns estimam que pode reunir 1 milhão de pessoas na Casa Rosada, sede do governo argentino em Buenos Aires, deixou claro que o carinho pelo astro do futebol supera o temor de contágio pelo novo coronavírus (covid-19) em meio à pandemia.

A Argentina é um dos países que registraram uma das maiores taxas de contágio de covid na região, com 1.390.388 casos e 37.714 mortes até a última quarta-feira (25), e impôs uma das maiores quarentenas do mundo.

Dezenas de milhares de pessoas, muitas delas sem máscara, engrossavam uma longa fila sem distanciamento social para entrarem na Casa Rosada e se despedirem de Maradona, que morreu na quarta-feira de insuficiência cardíaca aos 60 anos.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados