É falso que vitamina D cure ou previna a Covid-19

O Ministério da Saúde e várias entidades médicas emitiram nota afirmando que é falsa a informação

Por Redação com Assessoria | Edição do dia 31 de julho de 2020
Categoria: Alagoas, Notícias


Em um vídeo que circula nos grupos de WhatsApp, um homem mostra a gravação em que uma suposta médica afirma que a causa da Covid-19 é falta de sol. Apesar da repercussão causada, a informação é falsa.

Nas imagens, a pessoa mostra um suposto estudo que correlacionaria os casos do novo coronavírus com os níveis de vitamina D no organismo. “A vitamina D acima de 80 a pessoa nem sequer percebeu que tinha pego o vírus, mas todos os casos que tinham vitamina D abaixo de 17 morreram. O que significa isso? Que nossa verdadeira pandemia mundial é a falta de sol”, diz a mulher no vídeo com informações equivocadas.

Ainda no vídeo, um professor da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) é citado como suposto autor do estudo, no entanto a única publicação da instituição sobre o tema é um artigo de opinião do docente, que não pode ser considerado um estudo científico.

O Ministério da Saúde considera falsa a informação. “Até o momento, não há nenhum medicamento específico ou vacina que possa prevenir a infecção pelo novo coronavírus”, informa o órgão.

Em abril, a Associação Brasileira de Endocrinologia e Metabologia e a Associação Brasileira de Avaliação Óssea e Osteometabolismo emitiram uma nota conjunta repudiando recomendações da utilização de altas doses de vitamina D como estratégia de combate ao novo coronavírus.

De acordo com as instituições médicas, não existe nenhum estudo clínico randomizado que demonstre uma relação de causa e efeito entre os níveis de vitamina D no organismo e o novo coronavírus, não havendo qualquer benefício no uso de vitamina D para prevenção ou tratamento da doença.

“Dessa forma, reforçando o compromisso da SBEM e da ABRASSO com a divulgação de informações corretas, relevantes e com respaldo científico, reprovamos de maneira veemente qualquer profissional ou associação que tente se aproveitar deste momento de crise para divulgar notícias ou posicionamentos distorcidos, desprovidos de respaldo científico e com possível impacto deletério para a saúde da população brasileira”, conclui a nota.

Alagoas Sem Fake

Com foco no combate à desinformação, a editoria Alagoas Sem Fake verifica, todos os dias, mensagens e conteúdos compartilhados, principalmente em redes sociais, sobre assuntos relacionados ao novo coronavírus em Alagoas. O cidadão poderá enviar mensagens, vídeos ou áudios a serem checados por meio do WhatsApp, no número: (82) 98161-5890. Clique aqui para enviar agora.

 

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados