É falso que vacinas contra Covid-19 causem infertilidade ou câncer de próstata

Informações dadas por reportagem em TV dos Estados Unidos foram distorcidas

É falso que vacinas contra Covid-19 causem infertilidade ou câncer de próstata

Informações dadas por reportagem em TV dos Estados Unidos foram distorcidas

Por Agência Alagoas | Edição do dia 16 de junho de 2021
Categoria: Coronavírus | Tags: ,,,,,,


Site que aparece na captura de tela não é identificado. Foto: Agência Alagoas

Circula no WhatsApp uma imagem com a notícia de que um urologista da Flórida teria encontrado sinais de infertilidade e câncer de próstata em homens vacinados contra Covid-19. A informação é falsa. O médico norte-americano informou, na verdade, que a vacina pode elevar, temporariamente, os níveis de antígenos e alterar o resultado de exames.

O site que aparece na captura de tela não é identificado. “Urologista da Flórida encontra sinais de infertilidade e câncer de próstata em homens tratados com vacinas Covid-19”, diz o título. “Um urologista do condado de Palm Beach, Flórida, está alertando que as vacinas Covid podem estar causando um aumento nos valores do antígeno específico da próstata (PSA), um problema comum em homens que sofrem de infertilidade e câncer de próstata”, diz o conteúdo alarmista.

As informações são falsas. O conteúdo se aproveita de uma reportagem do canal WPEC CBS 12 com o médico Diego Rubinowicz para distorcer o contexto da matéria. O que o médico explica durante a entrevista é que tem observado, em seu consultório, resultados falso-positivos no exame de PSA (Antígeno Prostático Específico) em homens que se vacinaram contra a covid a menos de 6 semanas.

A reportagem original explica que o exame de PSA serve como um diagnóstico inicial para o câncer de próstata. Por essa razão, Rubinowicz recomenda que os homens aguardem 6 semanas após a vacinação para poder fazer o exame ou conversem com seus médicos para discutir a necessidade de refazer um teste já feito.

Alagoas Sem Fake

Com foco no combate à desinformação, a editoria Alagoas Sem Fake verifica, todos os dias, mensagens e conteúdos compartilhados, principalmente em redes sociais, sobre assuntos relacionados ao novo coronavírus em Alagoas. O cidadão poderá enviar mensagens, vídeos ou áudios a serem checados por meio do WhatsApp, no número: (82) 98161-5890. Clique aqui para enviar agora.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados