Duas pessoas são presas por crimes ambientais no interior de Alagoas

Em uma das ocorrências, um motorista transportava quatro pássaros papa-capim ilegalmente em uma gaiola

Duas pessoas são presas por crimes ambientais no interior de Alagoas

Em uma das ocorrências, um motorista transportava quatro pássaros papa-capim ilegalmente em uma gaiola

Por Assessoria | Edição do dia 6 de maio de 2021
Categoria: Notícias, Polícia | Tags: ,,


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) deteve duas pessoas durante fiscalizações nesta quarta-feira (05) em Alagoas. Entre os casos estão: caçar espécimes da fauna silvestre e atividade poluidora do meio ambiente. Os crimes aconteceram na BR 101, nos trechos de São Sebastião e São Miguel dos Campos.

Era por volta das 16h30 quando os policiais registraram a primeira ocorrência. A equipe realizava uma fiscalização no km 205 da BR 101, em São Sebastião, quando abordou um veículo Chevrolet Prisma, de cor prata. O motorista transportava consigo quatro pássaros silvestres da espécie papa capim. Questionado sobre os animais, ele alegou que durante uma visita de negócios na cidade de Tobias Barreto/SE, teria conseguido as aves com moradores locais.

Diante dos fatos, foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) pelo crime de caçar espécimes da fauna silvestre. O homem se comprometeu a comparecer em juízo quando solicitado.

O segundo caso aconteceu no km 139 da BR 101, em São Miguel dos Campos. Era por volta das 20h30 quando os policiais abordaram o caminhão Mercedes Benz. Durante a verificação de documentos e itens de segurança, a equipe identificou falha no sistema de pós-tratamento de gases poluentes.

O motorista alegou que trabalha há nove meses para o proprietário do veículo e que não sabia o que a Luz Indicadora de Mau Funcionamento no painel significava. Ele afirmou ainda que a LIM está acesa há dois dias. Perante as informações, um TCO pelo crime de atividade poluidora do meio ambiente foi confeccionado.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados