Duas exposições fotográficas são as novas atrações do Complexo Cultural

Duas exposições fotográficas são as novas atrações do Complexo Cultural

Por | Edição do dia 12 de agosto de 2016
Categoria: Cultura | Tags: ,,,,,,


O público alagoano pode visitar as exposições Rio afogado e O lado invisível do ser, que reúnem trabalhos do fotógrafo Jorge Vieira e do artista visual Paulo Caldas, até esta terça-feira (16), no Complexo Cultural Teatro Deodoro. As mostras são uma realização da Diretoria de Teatros do Estado de Alagoas (Diteal).

Rio afogado fala do Riacho Salgadinho e de seu estado de degradação ambiental. Ela apresenta 32 desenhos sobre fotografia de Caldas, além de 22 fotos, em preto e branco, de Jorge Vieira.

Para fotografar, Vieira precisou negociar com grupos que se consideram chefes da região do Vale do Reginaldo. “Trabalhei num clima de muita insegurança”, diz ele. Já Paulo Caldas recorreu ao seu poema Salgadinho (um rio afogado), escrito há 25 anos.

E a mostra O lado invisível do ser, como explica Paulo Caldas, traz 30 trabalhos do artista. “Trabalhei com coisas comuns como uma folha seca, um beija-flor e uma pedra, por exemplo, para mostrar que esses objetos podem ser vistos de outras formas”, explica.

Próxima exposição 

Já no dia 23 de agosto, às 19h, no Complexo Cultural Teatro Deodoro, a Diteal abre a exposição Amostra Grátis 2ª Edição, que pode ser vista até o dia 30 de setembro. Na edição deste ano, Amostra Grátis apresenta obras de 13 artistas, fotografadas por Pablo de Luca.

As exposições Rio afogado e O lado invisível do ser podem ser vistas no Complexo Cultural, ao lado do Teatro Deodoro, de segunda a sexta, das 8h às 18h, e nas quartas-feiras, das 8h às 20h, com entrada franca.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados