Dois homens são mortos a facadas em Maceió; Veja os casos

Uma das vítimas era um reeducando que trabalhava numa fábrica de colchão

Dois homens são mortos a facadas em Maceió; Veja os casos

Uma das vítimas era um reeducando que trabalhava numa fábrica de colchão

Por Thatyana Ferreira - estagiária sob supervisão | Edição do dia 25 de fevereiro de 2021
Categoria: Notícias, Polícia | Tags: ,,


Dois homens morreram vítimas de perfurações de arma branca durante a tarde desta quarta-feira (24) em Maceió. Os crimes aconteceram nos bairros de Ponta Grossa e Cidade Universitária. Apenas um dos suspeitos foi preso após se apresentar na delegacia. Além dos assassinatos, houve uma tentativa de homicídio no Centro da capital.

Foto: Ilustração

O primeiro homicídio aconteceu em Ponta Grossa por volta das 14h. A vítima, um homem de 32 anos identificado como Cristiano Medeiros Cavalcante, se envolveu em uma briga com um vizinho na vila em que ambos moravam e foi atingido por vários disparos de arma branca, morrendo no local antes de receber assistência médica.

Já o segundo crime aconteceu na Cidade Universitária em uma fábrica de colchões, pertencente ao núcleo ressocializador, por volta das 17h. A vítima, um homem de 43 anos, era um reeducando e estava trabalhando na fábrica como parte da sentença. Ele estava no horário de trabalho quando se envolveu em uma briga com um homem de 54 anos que também era reeducando. Durante a briga a vítima foi atingida na cabeça com vários golpes de arma branca e morreu no local devido aos ferimentos.Depois de cometer o crime, o suspeito se apresentou no sistema prisional e foi preso em flagrante.

Em ambos os casos, peritos do Instituto de Criminalística (IC) e do Instituto Médico Legal (IML) para que as medidas em relação aos corpos fossem realizadas. Além de equipes da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). 

Sobre a tentativa de homicídio

O caso aconteceu no Centro de Maceió, por volta das 20h nas proximidades da assembleia legislativa. A vítima foi um morador de rua identificado como Wellington Pereira dos Santos, de 21 anos. Wellington foi atingido no braço por vários golpes de arma branca, sendo socorrido pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU) e encaminhado ao Hospital Geral do Estado (HGE). A autoria e a motivação do crime são desconhecidas e o crime deve seguir para investigação das autoridades responsáveis.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados