Diretores da Casal e secretário de Infraestrutura visitam obra de estação de esgoto no Farol

ETE vai receber e tratar efluente oriundo de cerca de 160 mil moradores da região média alta de Maceió

Diretores da Casal e secretário de Infraestrutura visitam obra de estação de esgoto no Farol

ETE vai receber e tratar efluente oriundo de cerca de 160 mil moradores da região média alta de Maceió

Por Assessoria | Edição do dia 17 de julho de 2020
Categoria: Maceió, Notícias | Tags: ,,,


Foto: Divulgação

Os vice-presidentes de Gestão Corporativa, Victor Vigolvino, e de Serviços de Engenharia, Geraldo Leão, da Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal), e o secretário de Estado da Infraestrutura, Maurício Quintella, visitaram, nesta quinta-feira (16), a obra da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) situada no bairro do Farol, em Maceió. A unidade já está com a parte civil 80% pronta e deve entrar em operação em janeiro de 2021.

A ETE é construída pelo Governo do Estado, por meio da Casal, que mantém um Contrato de Locação de Ativos com a empresa Sanema. Também estão sendo implantados, dentro desse mesmo Contrato, cerca de 80 quilômetros de redes coletoras e 16 estações elevatórias de esgoto, além de uma estação elevatória final, a qual está com 100% de sua obra civil, ou seja, a estrutura de concreto, finalizada.

O objetivo, ao final de toda a obra, é coletar e tratar o esgoto de aproximadamente 160 mil moradores do Farol, Pitanguinha, Gruta de Lourdes, Santo Amaro, Ouro Preto e Canaã, garantindo mais qualidade de vida e conforto à população. O meio ambiente, por outro lado, também será beneficiado.

“Um real investido em saneamento representa uma economia de quatro reais em serviços de saúde pública. Essa obra, portanto, vai gerar algo acima de meio bilhão de reais em economia em saúde pública para a população de Maceió”, pontuou o vice-presidente de Serviços de Engenharia da Casal, Geraldo Leão.

“São mais de R$ 200 milhões investidos pelo Governo do Estado, através da Casal com a parceria com a Sanema. A partir de janeiro, a população já vai começar a ter esses benefícios. Maceió, que é uma capital do turismo, estará mais saneada e apta a receber todo mundo ainda melhor”, acrescentou o vice-presidente de Gestão Corporativa, Victor Vigolvino.

Em janeiro, quando a ETE entrar em operação, os imóveis dos bairros ou ruas que já tiverem rede coletora interligada às estações elevatórias de esgoto poderão fazer a interligação do esgoto domiciliar. Isso será amplamente divulgado pela Casal para orientar os moradores.

Por enquanto, porém, quem mora em algum dos bairros beneficiados pela obra da Companhia em parceria com a Sanema e já tem rede coletora na rua em que mora não deve fazer nenhuma interligação a ela, pois nem a rede e nem a ETE estão finalizadas.

Somada à obra da Parceria Público-Privada (PPP) da Casal com a Sanama, na região do Benedito Bentes e do Tabuleiro do Martins, a obra da região do Farol e bairros adjacentes vai elevar a cobertura de esgotamento sanitário da capital para 70% até junho de 2021.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados