Direitos Humanos quer punição para PMs agressores

A medida serve para evitar novos casos de agressão

Direitos Humanos quer punição para PMs agressores

A medida serve para evitar novos casos de agressão

Por Redação | Edição do dia 3 de março de 2021
Categoria: Alagoas, Notícias, Polícia | Tags: ,


O Conselho Estadual de Defesa dos Direitos Humanos vai oficiar e Corregedoria da Polícia Militar e a Secretaria Estadual da Mulher e Direitos Humanos para apurar a conduta dos policiais que aparecem em um vídeo agredindo dois moradores da cidade de Piaçabuçu, no Litoral Sul de Alagoas.

RELEMBRE O CASO

O presidente do conselho, promotor Magno Alexandre Moura, classificou a atitude dos policiais como truculenta. “Isso depõe contra os direitos humanos e a forma de abordagem depõe contra a ética militar, contra a corporação. Isso é um desserviço a sociedade”, disse.

O Conselho defende que a punição seja exemplar para que desestimular que qualquer integrante da corporação atue na mesma forma desrespeitando os direitos dos cidadãos.

Hoje pela manhã o Comando da Polícia Militar informou, por meio de nota, que determinou o afastamento, dos envolvidos, do serviço operacional do 11º Batalhão. Confira a nota na íntegra:

A Polícia Militar de Alagoas informa que, tão logo tomou conhecimento do fato, o Comando-Geral da Corporação determinou que o comando do 11º Batalhão retirasse a guarnição do serviço operacional e que a Corregedoria-geral instaurasse o devido procedimento administrativo para apurar a conduta dos militares envolvidos na ocorrência. O Comandante-geral da PM reforça ainda que não corrobora com possíveis desvios de conduta de seus integrantes e as pessoas que se sentirem ofendidas ou prejudicadas em tais situações devem denunciar junto ao órgão correcional da Instituição.

O secretário de Segurança Pública, Alfredo Gaspar de Mendonça, destacou a medida adotada pelo comando da PM no afastamento dos militares e reforçou que o comportamento destes não reflete a “verdadeira missão dos policiais”.

Veja na íntegra

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados