Dia pela saúde das mães e das mulheres chama atenção para mortes evitáveis

Muitos casos de mortalidade feminina e materna podem ser evitados através de acompanhamento de saúde regular e o correto acompanhamento pré-natal

Dia pela saúde das mães e das mulheres chama atenção para mortes evitáveis

Muitos casos de mortalidade feminina e materna podem ser evitados através de acompanhamento de saúde regular e o correto acompanhamento pré-natal

Por Assessoria | Edição do dia 28 de maio de 2021
Categoria: Alagoas, Saúde | Tags:


Foto: Assessoria

Nesta sexta-feira, 28 de maio, é celebrado o Dia de Luta pela Redução da Mortalidade Materna e o Dia Internacional de Luta pela Saúde da Mulher. O principal objetivo dessas datas é chamar a atenção e conscientizar a sociedade sobre diversos problemas de saúde comuns na vida das mulheres, tais como: câncer de mama, endometriose, infecção urinária, câncer no colo do útero, fibromialgia, depressão e obesidade.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a mortalidade materna é um importante indicador de qualidade da saúde e é fortemente influenciada pelas condições socioeconômicas da população. Em média, 40% a 50% dessas mortes possuem causas consideradas evitáveis. O atraso no reconhecimento de condições modificáveis, na chegada ao serviço de saúde e no tratamento adequado estão entre as principais causas das altas taxas de mortalidade materna ainda presentes na maior parte dos estados brasileiros.

Na liderança deste ranking de causas evitáveis, estão os cânceres femininos, alerta a enfermeira Alba França. “Entre eles, o câncer de colo de útero ainda tem destaque, mesmo sendo de fácil prevenção, com a utilização de camisinha masculina ou feminina; de fácil diagnóstico, realizando citologia e buscando serviços de saúde de forma periódica; e tratamento disponível pelo SUS [Sistema Único de Saúde]”, destaca.

No que se refere à mortalidade materna, a enfermeira aponta a tríade de doenças que mais matam: síndromes hipertensivas, síndromes hemorrágicas e infecções. “Que também são evitáveis ou minimizadas com um acompanhamento pré-natal adequado, o que muitas mulheres têm negligenciado em função da pandemia”, alerta.

Pré-natal gratuito

Entre as várias dúvidas acerca dos efeitos da Covid-19, não estão claros ainda todos os detalhes sobre os efeitos do vírus na gestação. Segundo Alba França, o que tem se percebido é que esses efeitos ficam mais acentuados nas gestantes, o que alimenta o medo que as afasta do correto acompanhamento pré-natal.

“Por se tratarem de duas vidas e de um momento tão peculiar, todo o cuidado deve ser realizado para que as vidas da mãe e do bebê sejam preservadas. Daí a importância do acompanhamento pré-natal, de cumprir o calendário de vacinas e realizar todos os exames”, aponta Alba.

Por isso, como enfermeira, professora e também pró-reitora adjunta de Graduação do Centro Universitário Tiradentes (Unit/AL), Alba França deixa o convite para que as mulheres, de todas as idades, aproveitem a oportunidade de cuidar preventivamente da sua saúde através dos atendimentos gratuitos de Ginecologia, Obstetrícia e várias outras especialidades na Policlínica da Unit/AL – inclusive contemplando todo o pré-natal das grávidas.

Clínica médica

A Policlínica da Unit/AL está localizada no Campus Amélia Maria Uchôa, na Avenida Gustavo Paiva, 5017, Cruz das Almas, e oferece atendimentos gratuitos nas áreas de Medicina da Família e Comunidade, Clínica Médica, Cardiologia, Dermatologia, Endocrinologia, Infectologia, Gastroenterologia, Ginecologia, Obstetrícia, Reumatologia, Ortopedia, Psiquiatria, Neurologia, Nefrologia, Pediatria e Geriatria.

Para garantir atendimento médico, o interessado deve fazer primeiramente o agendamento pelos telefones 3311-3209 e 98886-6911, de segunda à sexta-feira, das 8h às 12h e de 13h às 16h.

Os atendimentos ambulatoriais acontecem de segunda à sexta-feira, das 7h às 22h, com qualidade garantida pelo corpo docente de médicos da Unit/AL, que acompanha de perto as consultas realizadas pelos estudantes em períodos finais dos cursos de Medicina, e obedecendo a todos os protocolos de biossegurança e distanciamento social.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados