Boa Tarde!, Terça-Feira - 15 de Outubro de 2019

 

Dia das Crianças deve movimentar R$ 36,2 milhões, em Maceió

Redação com Assessoria / 3:41 - 30/09/2019

Conforme pesquisa do Instituto Fecomércio, a compra de presentes vai representar R$ 27,7 milhões, enquanto as comemorações representam R$ 8,5 milhões


De acordo com pesquisa do Instituto Fecomércio a intenção de compras para o Dia das Crianças, é bem animadora, já que 76% dos entrevistados sinalizaram que irão presentear. Esse percentual representa um aumento de 9% na intenção de compras, em relação ao ano passado. Parte dos entrevistados pretende comprar dois presentes (43%), enquanto 38,5% comprarão um. O gasto médio com presentes deve chegar a R$ 187,68, ou seja, um volume estimado de R$ 27,7 milhões.A pesquisa também apontou quanto se deve gastar a fim de comemorar a data e o valor corresponde a R$ 8,5 milhões. Considerando essas quantias, a movimentação financeira com a compra de presentes e comemorações devem gerar para o período, na capital alagoana, cerca de R$ 36,2 milhões.

Para 31,5% dos entrevistados, o gasto será entre R$ 51 a R$ 100; mas há quem desembolsará de R$ 101 a R$ 150 (19,4%); e de R$ 201 a R$ 250 (13%). A maioria dos consumidores vai presentear os filhos (58%); netos (21%); sobrinhos (18,9%), afilhados (1,5%), entre outros.

E a criançada pode comemorar porque em disparado a maior intenção dos entrevistados é comprar brinquedos (64%); vestuário (16%); eletro/eletrônico (6,3%) e calçados (4,7%). Outros itens citados, porém, com intenção abaixo de 4% foram: perfumes, celular/smartphones; bolsas e acessórios; livros, bijuterias/joias e viagem.

Os locais apontados para efetuar as compras são os seguintes: shoppings (58,4%); Centro de Maceió (28,6%); internet (5,5%); lojas de bairro/galeria (4,2%) e supermercados (2,6%).

A maioria dos entrevistados apontou que deverá comprar utilizando cartão de crédito/parcelado (43,4%); à vista/dinheiro (30%); à vista/cartão de débito (11,5%); cartão de crédito rotativo (15%).

Os fatores que determinam a escolha da compra são: preços (29,9%); promoções (20,2%); recepção dos vendedores (10,7%); praticidade (8,6%), entre outros, conforto, proximidade, qualidade dos produtos, variedade.

Comemorações

Dos entrevistados, 50,4% pretendem sair para comemorar a data. Acompanhando o resultado da série das pesquisas, percebe-se um equilíbrio no percentual, sendo 2018 (50,7%) e 2017 (50%). Entre os locais mais escolhidos para a comemoração estão: praia (20%); almoço/jantar em restaurantes (19,3%); almoço/jantar em casa (14,2%); cinema/teatro (13%). O valor gasto com as comemorações será de R$ 51 a R$ 100 (47,8%); até R$ 50 (31,6%), entre R$ 101 a R$ 150 (12,6%), entre outros valores.

A pesquisa foi realizada pelo Instituto Fecomérciono período de 23 a 25 de setembro de 2019, em ambientes de consumo de grande circulação.A técnica utilizada foi de pesquisa quantitativa por amostragem. A técnica de coleta dedados foi a de entrevista pessoal individual aplicada com base em questionárioestruturado desenvolvido pelo núcleo de pesquisa do Instituto Fecomércio composta por 11perguntas fechadas (entre respostas múltiplas e únicas). O tamanho mínimo da amostraestimado foi determinado em 500 entrevistados da capital de Alagoas, com nível deconfiança de 95% e margem de erro de 5%.

O universo da pesquisa foi o de homens e mulheres maiores de 18 anos e, coincidentemente, foram ouvidas 50% do total de entrevistados pessoas de sexo masculino e 50% de pessoas do sexo feminino.

Para o assessor econômico da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Alagoas (Fecomércio AL), Felippe Rocha, a movimentação financeira que será gerada pelo Dia das Crianças é um valor significativo e que deve ser aproveitado pelosempresários do setor. “Devemos ressaltar que o valor é de R$ 6 milhões a mais do que oesperado para o ano passado, ou seja, um aumento de 20%”, explicou.


Comentar usando