Dezenas de consumidores formam filas em busca de álcool em gel em Maceió

Em alguns lugares, o preço do ácool em gel disparou e a falta do produto também foi registrada

Dezenas de consumidores formam filas em busca de álcool em gel em Maceió

Em alguns lugares, o preço do ácool em gel disparou e a falta do produto também foi registrada

Por | Edição do dia 20 de março de 2020
Categoria: Coronavírus | Tags: ,,,


sucro

Fila formada em frente a loja referência em Maceió. Foto: Cortesia O Dia Mais

A busca por álcool em gel anda intensa em diversas localidades e também em Maceió, devido a pandemia do novo coronavírus. Na manhã desta sexta-feira, 20, dezenas de pessoas foram flagradas em frente a uma loja de referência na fabricação e venda de produtos de limpeza na capital, a exemplo do álcool em  gel. A multidão formava uma fila no local.

Além de referência, a loja é conhecida na capital pelo menor valor cobrado de produtos de limpeza quando comparado a outros estabelecimentos, a exemplo das farmácias, ao se tratar de álcool em gel.

Nesta manhã, enquanto a fila estava formada, a consumidora e colaboradora do site O Dia Mais, Eliane Pereira, relatou que, antes das recomendações de quarentena, ela tinha ido a loja em questão comprar um 1L de álcool em gel. Quando realizou a compra, o produto custava R$10,00. Porém, poucos dias depois, o produto estava sendo vendido por  R$11,00. Depois, ele apresentou falta no estoque da loja.

“Há poucos dias, minha irmã foi lá também para comprar álcool em gel. Quando ela perguntou sobre o produto de um 1L, foi informada de que o produto estava em falta e que no momento só estava disponível o fraco com 5L pelo preço de R$80,00”, contou. Sendo assim, o litro do álcool em gel havia subido de R$10,00 para R$16,00.

Eliane ainda contou que um conhecido conseguiu comprar, posteriormente, o litro do álcool em gel por um valor ainda maior: R$20,00

A redação tentou contato com a loja, para saber se o produto ainda está disponível para venda e por quanto está sendo vendido, mas as ligações, até o momento do fechamento desta matéria, não foram atendidas. (Quando conseguirmos contato, a matéria será atualizada).

Denúncias

Nos últimos dias, a busca pelo álcool em gel proporcionou muitos relatos de consumidores que estão reclamando tanto da falta do produto em alguns estabelecimentos, quanto da alta no preço. Por causa da alta do preço do álcool em gel e também de máscaras, ações do Procon Alagoas foram organizadas para coibir essa prática e denúncias sobre abusos estão sendo recebidas pelo órgão, através do 151 e pelo Whatsapp (82) 98876-8297. Para mais detalhes, é possível contatar o órgão através do seu site (http://www.procon.al.gov.br/)

su2

Foto: Cortesia O Dia Mais

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados