Deputado Pedro Vilela defende veto ao aumento do fundo eleitoral

Lei de Diretrizes Orçamentárias com dispositivo foi aprovada na última quinta-feira (15) e segue para sanção presidencial

Deputado Pedro Vilela defende veto ao aumento do fundo eleitoral

Lei de Diretrizes Orçamentárias com dispositivo foi aprovada na última quinta-feira (15) e segue para sanção presidencial

Por Assessoria | Edição do dia 17 de julho de 2021
Categoria: Brasil, Notícias | Tags: ,


O deputado Pedro Vilela (PSDB) conseguiu colocar na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) emendas de texto que beneficiam a educação, a saude, o turismo e o meio ambiente. Segundo o parlamentar, são conquistas importantes que impedem o contingenciamento de verbas para essas áreas, em especial à política educacional e ao meio ambiente, assegurando que recursos às universidades públicas e prevenção e combate aos incêndios e desmatamentos ilegais no país, não sofram cortes sob quaisquer pretextos.

Pedro Vilela (Foto: Assessoria)

“Conseguimos uma vitória histórica, que foi garantir proteção contra cortes no orçamento da educação na LDO. Essa é uma área prioritária, que nos últimos anos sofreu cortes desproporcionais. Garantimos a redução da possibilidade de corte, o que vai beneficiar também os hospitais universitários, Universidades Federais e Institutos Federais por todo Brasil”, destacou o deputado, que tem trabalhado junto ao Ministério da Educação por mais verbas e avanços para a Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e Instituto Federal de Alagoas (Ifal).

O parlamentar também colocou na LDO emenda que fomenta o setor do turismo e consequentemente a geração de empregos. “Essa foi mais uma proposição nossa aprovada, que levará avanço para todo o Brasil, especialmente para Alagoas”, afirmou Pedro Vilela, comemorando também outra emenda de sua autoria que protege de cortes as verbas para prevenção e combate a incêndios e desmatamentos ilegais.

“É fundamental reafirmar nosso compromisso com o meio ambiente, garantindo o desenvolvimento econômico do País de forma sustentável. Essa é uma preocupação mundial e o Brasil precisa dispor dos recursos adequados para atender essa missão”, disse o deputado.

FUNDO ELEITORAL – Sobre o fundo eleitoral, que aumentou de R$ 2 bilhões para R$ 5,7 bilhões na LDO, Pedro Vilela lamentou e disse esperar que o presidente Jair Bolsonaro vete. “A emenda que contava com meu apoio para impedir o aumento do Fundo Eleitoral infelizmente foi derrotada e o Senado manteve essa posição. O que espero, agora, é que o presidente da República vete esse ponto que trata do aumento do fundo, e que o Congresso Nacional possa manter o veto”. Salientou o deputado.

O projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2022 foi aprovado quinta-feira, 15. A matéria segue agora para sanção presidencial.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados