Deputado ameaça de morte suspeito de atentar contra seu filho

Por Redação* | Edição do dia 20 de outubro de 2020
Categoria: Alagoas, Notícias | Tags: ,


Foto: Reprodução

Ao se pronunciar na tribunal da Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE), na manhã de hoje, 20, o deputado estadual Antônio Albuquerque (PTB) denunciou uma “trama” que estaria tentando o encriminar do assassinato dos suspeitos de atentar contra o seu filho, o deputado federal Nivaldo Albuquerque (PTB). Antônio Albuquerque negou ter cometido o crime, mas lamentou esse fato. Ele ainda disse que mataria um dos suspeitos que está preso e que responderia pelo crime.

O deputado acusou o Ministério Público e o Tribunal de Justiça de “tramar” contra ele, para que ele fosse incriminado pelo assassinato do suspeitos.

“Quero que fique registrado nos anais desta Casa que não matei, infelizmente, os que atentaram contra o meu filho, somente porque não tive oportunidade. Porque se tivesse, faria isso sem nenhum constrangimento. Guardo no meu coração a determinação e a coragem necessárias para enfrentar a defesa da minha honra e a cidadania da minha família”, disse.

Sobre o acusado preso, ele disse: “Se eu tivesse a alegria de vê-lo presencialmente, eu mato ele, e respondo na forma da lei. E faço isso com quem for que atente contra a minha família”, declarou.

O deputado ainda prometeu, caso seja preso, reagir “na forma da lei e materialmente, no tamanho e na proporção da minha indignação para quem sabe desta forma eu trazer ao conhecimento da população a conduta e o mau caratismo dos que estão em postos elevados e não passam de sepulcros caiados”.

Ele ainda garantiu que irá se reunir com o chefe do Ministério Público de Alagoas, Márcio Roberto Tenório e com o presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas, desembargador Tutmés Airan e prometeu ter uma reação “mais veroz e violenta” caso seja indiciado pelo crime.

As assessorias de comunicação do Tribunal de Justiça e do Ministério público, quando perguntadas, informaram que os órgãos não iriam comentar o caso.

 

*Com Gazetaweb

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados