Dengue: Saúde divulga novo boletim epidemiológico

Por | Edição do dia 22 de dezembro de 2015
Categoria: Maceió, Notícias


A Diretoria de Vigilância em Saúde (DVS) da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) contabilizou 3.233 casos notificados de dengue em Maceió até o dia 12 de dezembro, conforme Boletim Epidemiológico da 49ª semana do ano (de 06 a 12 de dezembro). No mesmo período de 2014, foram notificados 5.867 casos de dengue, representando uma redução de 2.634 casos.

De acordo com o levantamento, foram confirmados 48 casos de dengue com sinal de alarme, os quais ocorreram nos bairros da Jatiúca, Ponta Verde e Poço (região do 1º Distrito Sanitário) e mais sete casos de dengue grave no Tabuleiro dos Martins (7º Distrito Sanitário). O ano passado, na mesma época, 166 casos de dengue com sinais de alarme foram confirmados e 11 casos por dengue grave.

Em 2014, foram notificados 12 casos suspeitos de febre chikungunya. Todos foram descartados e cinco destes tiveram resultado reagente para dengue. Já este ano, 54 casos prováveis e dois foram confirmados laboratorialmente, de pessoas residentes nos bairros de Ponta Verde e Canaã.

Este ano foram confirmados laboratorialmente 11 casos de zika vírus. O Grupo de Trabalho da DVS  trabalha no monitoramento da vigilância específica para zika, em parceria com o Laboratório Central de Alagoas (Lacen), a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) e a Secretaria de Vigilância Sanitária (SVS) do Ministério da Saúde.

Foram notificados 3.635 casos suspeitos, sendo relevantes os bairros localizados no 1º, 2º, 5º e 7º distritos sanitários da capital. As unidades notificadoras foram: Pediatria 24hrs do Ambulatório Noélia Lessa; Santa Casa de Misericórdia de Maceió; US João Paulo II;  US São Francisco de Paula; Mini Pronto Socorro Assis Chateaubriand;  US José Araújo; US Dr. David Nasser; ESF Pitanguinha; ESF Pescaria; ESF Hélvio Auto; ESF Tarcísio Palmeira e Assistência Médica Infantil (AMI).

O mesmo boletim registrou dois casos de malária, provavelmente importados da região Amazônica, sendo um confirmado, proveniente de Macapá (AP) e um descartado de Porto Velho (RO).

O Levantamento de Índice Rápido (Lira) 4º ciclo/ 2015, realizado de 23 a 27 de junho, mostrou índices elevados de infestação pelo Aedes  aegypti para os bairros da Ponta Verde e Pajuçara, com índices de infestação predial acima de 4%, com destaque para tanques em obras, borracharias, calhas e lajes.

Casos Pendentes

Os agentes de endemias estiveram em campo no último final de semana para vistoriar os locais pendentes durante o trabalho de rotina, por conta da ausência de pessoas que pudessem recebê-los. Segundo o gerente técnico do Programa da Dengue, Manoel Araújo, nesta terça-feira (22), o levantamento das residências, obras e estabelecimentos visitados estará pronto.

Ascom SMS

 

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados