Delegado confirma que crianças reconheceram homem acusado de pedofilia

As vítimas contaram que o homem dava lanches e brinquedos

Delegado confirma que crianças reconheceram homem acusado de pedofilia

As vítimas contaram que o homem dava lanches e brinquedos

Por Redação* | Edição do dia 7 de junho de 2021
Categoria: Polícia | Tags: ,,


O delegado Ronilson Medeiros afirmou que as três crianças, entre 6 e 10 anos , foram ouvidas pelas autoridades policiais  e confirmaram conhecer o homem, de 45 anos, que foi preso na última sexta-feira (04) suspeito de ter praticado crimes de pedofilia no bairro do Clima Bom. A investigação começou há cerca de um mês, depois de uma denúncia anônima.

“As crianças foram ouvidas pela Delegada Adriana Gusmão, da Especializada em Crimes contra a Criança e o Adolescente, e confirmaram que estiveram na residência e na oficina do acusado e que eles já tiveram contato com o mesmo. Uma caixa com brinquedos, a maioria carrinhos, e um colchão foram encontrados. Ele oferecia lanches e depois que as crianças estavam confiantes, ele tentava o abuso, que chegou a ser consumado em algumas delas. Todas moram próximas da oficina. O próprio acusado admitiu conhecer e já ter tido contato com as crianças, mas nega o abuso sexual”, afirma o delegado.

Ainda segundo o delegado, diante das evidências apontadas nos depoimentos e dos detalhes do comportamento do acusado quando estava com os menores e os objetos apreendidos no local: um HD com arquivos de imagens, um aparelho de celular, os brinquedos – que seriam usados para atrair os menores – o acusado será indiciado pelo crime de estupro de vulnerável.

O preso -que não teve o nome revelado- foi encaminhado para o sistema prisional.

Ligação com o caso  do menino Rhaniel

Quanto a ligação do preso ao sumiço e morte do menino Rhaniel Pedro, o delegado Ronilson Medeiros afirma ser muito cedo para considerar a ligação “A única ligação que temos com o caso é que a informação de que o acusado abusaria de crianças na região, chegou ao disk denúncia depois da morte do menino Rhaniel. O que efetivamente existe e está claro para a Polícia Civil de Alagoas é que trata-se um pedófilo que agia na parte alta da cidade. É muito cedo para fazer qualquer ligação com o caso do menor encontrado morto na rua”, finaliza Ronilson.

 

Com informações do portal acta

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados