Deic divulga resultado de ações nos últimos seis meses

Dezesseis organizações criminosas foram desarticuladas; 86 pessoas presas em flagrante, 33 armas aprendidas e 193 mandados de prisão cumpridos

Por Ascom Polícia Civil | Edição do dia 30 de setembro de 2020
Categoria: Notícias, Polícia


A Divisão Especial de Investigações e Capturas (Deic) divulgou nesta quarta-feira (28) o resultado das ações realizadas nos últimos seis meses, incluindo prisões em flagrante, armas apreendidas, mandados de prisão cumpridos e quantidade de organizações criminosas desarticuladas.

O delegado Gustavo Henrique, que está à frente da Gerência de Recursos Especiais (GRE/DEIC), desde o mês de março deste ano, informou que, em um trabalho que envolveu as diversas seções daquela divisão (Capturas, Roubo a Bancos, Tático Integrado de Grupos de Resgates Especiais – Tigre, Antissequestro e Assessoria Técnica de Inteligência), 16 organizações criminosas foram desarticuladas, de março a agosto.

“Desse total, 11 delas eram comandadas pelas principais facções criminosas que atuam no país e também em Alagoas”, salientou o delegado.

No mês de março, foram desarticulados grupos criminosos que atuavam nas cidades de Maragogi e Palmeira dos Índios, em operações denominadas Contumaz e Rota 115.

O mês de abril apresentou o maior número de desmantelamento de organizações criminosas, nos últimos seis meses, num total de seis grupos.

As ações foram denominadas de Naufrágio, que alcançou os municípios de Coqueiro Seco e Maceió; DER, realizada em Arapiraca; Lacaio, no bairro Cidade Universitária, em Maceió; Contensão, no Conjunto Virgem dos Pobres III,  em Maceió; Desmembramento, nos bairros Clima Bom e Cidade Universitária, em Maceió; e Irmandade, nos bairros Mangabeiras e Ipioca, também na Capital.

Em maio, foi desencadeada a operação Neutra, com o desmantelamento de grupo criminoso que atuava na localidade Vale do Reginaldo, em Maceió; e em junho, a operação Mar Vermelho, desarticulou organização com atuação na cidade de Marechal Deodoro.

O mês de julho foi marcado pelas operações Grande Família que desarticulou uma organização que atuava em Penedo e com ramificações em Pernambuco, e Damas do Crime, responsável pelo desmantelamento de grupo que agia em Maceió e com ramificações em São Paulo e Minas Gerais.

Somente na operação Grande Família, realizada em Penedo, dos 22 presos, envolvidos em crimes homicídio, 18 pertenciam a uma mesma família.

Quatro operações foram deflagradas no mês de agosto: Sevos, com desarticulação de organização que atuava em Maceió, Rio Largo e tinha ramificações no Estado do Mato Grosso; Covil, que desmantelou organização que agia em Maceió, Murici e com ramificações também em Mato Grosso; Leilões, desarticulou organização com atuação na Capital e cidades do interior alagoano; e Festa no Interior, igualmente desmantelou organização com atuação em Maceió e interior.

A Deic também realizou, no período, a Operação Bate e Volta que descobriu um suposto esquema criminoso, que envolvia a transferência supostamente irregular de presos entre unidades do sistema prisional alagoano

Prisões, armas e mandados

A Deic, conforme os dados divulgados, prendeu 86 pessoas em flagrante, entre os meses de março e agosto, numa média de 14,33 pessoas por mês.

As prisões aconteceram em ações realizadas pela Deic, nas diversas cidades do Estado de Alagoas.

Nesses seis meses, a divisão especial da Polícia Civil alagoana realizou a apreensão de 33 armas em suas diversas ações, e cumpriu 193 mandados de prisão.

O delegado Gustavo Henrique afirma que esse resultado positivo se deve ao trabalho abnegado de todos os policiais que integram aquela divisão, bem como o apoio recebido do delegado-geral Paulo Cerqueira e do secretário de Segurança Pública, coronel Lima Júnior.

Ele ressaltou ainda a integração existente em parte dessas ações entre a Deic e as forças policiais locais e, também, de outros estados da federação, enfatizando que, com essa união, só quem ganha é a sociedade, tanto que os índices de criminalidade no Estado decrescem a cada dia.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados