Defensoria se reúne com municípios a fim de buscar soluções para os períodos de desabastecimento de água

Sertão Alagoano já chegou a ficar 15 dias sem água

Defensoria se reúne com municípios a fim de buscar soluções para os períodos de desabastecimento de água

Sertão Alagoano já chegou a ficar 15 dias sem água

Por Assessoria | Edição do dia 4 de março de 2021
Categoria: Alagoas, Sem categoria | Tags: ,,


Foto: Yasmin Pontual

A necessidade de melhorias no abastecimento de água para os municípios que fazem parte do Sertão alagoano foi pauta de reunião on-line, ocorrida nessa quarta-feira, 3, entre a Defensoria Pública do Estado, gestores dos municípios de Batalha, Belo Monte, Cacimbinhas, Dois Riachos, Major Isidoro, Jacaré dos Homens, Olivença, São José da Tapera e representantes da Companhia de Saneamento de Alagoas (CASAL) e Equatorial Energia.

Na oportunidade, os defensores públicos e representantes dos municípios apontaram os problemas enfrentados pelos moradores na região, em razão dos longos períodos de desabastecimento (até 15 dias). Já os representantes das empresas explicaram os motivos que geram a situação. Ao fim da discussão, ambas as empresas se comprometeram a fornecer soluções concretas para o problema, inclusive, com a adoção de medidas emergenciais, que serão apresentadas e discutidas em reunião agendada para o próximo dia 12 de março.

Conforme os defensores que participaram da reunião, caso as providências apresentadas não sejam suficientes, o órgão poderá tomar medidas judiciais, a fim de assegurar uma saída definitiva para o transtorno. O encontro deu prosseguimento à atuação da Defensoria Pública, iniciada no último mês de fevereiro, com o objetivo sanar a questão do desabastecimento no município de Batalha e região circunvizinha que se arrasta desde 2016.

No último mês, o órgão obteve decisão liminar determinando a adoção de medidas para evitar novos desabastecimentos e a oferta de descontos proporcionais para os cidadãos de Batalha, que sofriam com os de dias de interrupção do fornecimento de água, mas pagavam todas as taxas.

Estiveram presentes no encontro, o defensor público-geral do estado, Carlos Eduardo Monteiro; os defensores públicos Andrea Carla Tonin, Carina Soares, Heloisa Bevilaqua e Lucas Valença, representantes dos municípios citados, representantes da Casal e da Equatorial Energia, assessores do Senador Rodrigo Cunha e do deputado Estadual Paulo Dantas e o prefeito Hugo Wanderley, que também é presidente da Associação dos Municípios Alagoanos.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados