Decreto flexibiliza comércio e anuncia punido através de multas

Alagoas apresenta 171 casos confirmados de Covid-19

Decreto flexibiliza comércio e anuncia punido através de multas

Alagoas apresenta 171 casos confirmados de Covid-19

Por Ariel Cipola - Repórter | Edição do dia 20 de abril de 2020
Categoria: Alagoas, Notícias | Tags: ,,


rp_renanfilho-1-420x245.jpg“Que momento hein!?”, suspirou Renan Filho antes de iniciar a entrevista coletiva online de hoje, 20, transmitida por rede social. Chegou a 18 o número de óbitos em Alagoas, nas últimas 48h foram registrados 8 óbitos, e agora são 171 casos confirmados da doença.

Durante a coletiva o governador destacou os principais pontos do novo decreto que foi publicado no Diário Oficial (DO) de Alagoas (hoje à tarde), onde estabelece novas regras de funcionamento para bancos e supermercados, e flexibiliza a abertura de parte do comércio.

Durante a “live”, Renan Filho explicou os motivos que o levaram a estender as regras de isolamento social, e também falou sobre a reabertura de parte do comércio. O governador também disse que a “força-tarefa” de fiscalização das medidas impostas pelo governo será reforçada, e quem não cumprir será punido através de multas.

“Com relação à fiscalização dessas empresas, temos força-tarefa na capital, em Arapiraca e estamos ampliando para os municípios. Vamos ampliar a fiscalização principalmente nos supermercados e bancos, onde estão ocorrendo mais aglomerações, e infelizmente quem desrespeitar sofrerá multa, isso cabe a todas as empresas e bancos” disse Renan Filho

O governador deixou claro que a flexibilização está sendo feita de maneira gradual, seguindo dados e informações científicas e técnicas, para que a retomada da economia não venha a retirar a vida das pessoas. “Estamos avaliando todo cenário, sempre baseado na ciência e na medicina, para que a retomada da economia seja feita sem riscos. Eu tenho certeza de que ninguém quer perder um pai, uma mãe, um filho…” afirma Renan Filho.

Para o governador, as pessoas precisam entender que essas medidas – de isolamento social e fechamento de parte do comércio – são necessárias para que o estado possa se estruturar, evitando assim colapsar o sistema de saúde. “É fundamental que o cidadão entenda que temos que estruturar nossa rede hospitalar, por isso ainda estamos pedindo para que fiquem em casa, e abrindo o comércio de maneira gradativa para o estado se preparar para o enfrentamento a pandemia”, disse o governador.

Uma das medidas publicadas no DO é a recomendação para que quem for sair de casa use máscaras. Renan Filho disse que o estado começará a fornecer, mas destacou que quem puder fazer a sua máscara estará ajudando a todos. “O contágio em massa pode sobrecarregar o sistema hospitalar, portanto é fundamental que o cidadão que tiver que sair de casa, use mascara, para o bem dele, de sua família e de toda comunidade”, afirmou Renan Filho.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados