Boa Tarde!, Quarta-Feira - 11 de Dezembro de 2019

 

Cursos em português no outro lado do mundo

Alyshia Gomes / 1:16 - 28/04/2019


Não é novidade encontrar pessoas interessadas em estudar lá fora mas que, pela falta de um idioma estrangeiro, não conseguem vaga em um programa de graduação ou pós-graduação no exterior.

Normalmente, este público busca, em Portugal, a oportunidade de vivenciar uma experiência acadêmica internacional. Mas existem outras opções de destino e, nesta semana, apresentarei apenas uma: MACAU.

Imagino que, para alguns, a sugestão esteja parecendo estranha. No entanto, a distância geográfica parece ser relativizada quando consideramos que esta cidade chinesa também viveu período de colonização portuguesa; motivo pelo qual muitas Instituições de Ensino Superior ofertam programas de graduação e pós-graduação em português.

Destaco, no entanto, que alguns cursos, ou até mesmo disciplinas, podem ser ministradas em inglês e que, no cotidiano, a população comunica-se em cantonês. Por isso, Macao pode ser uma boa opção para os que precisam de uma segurança em sala de aula e preferem acompanhar o curso em português, mas estão interessados em buscar experiências iniciais em outros idiomas em um ambiente cultural bem diferente.

Aqui estão algumas IES apresentadas pela QS World University Rankings:

1) Universidade de Macau: fundada em 1981, oferece aproximadamente 130 programas de graduação, mestrado, doutorado e está classificada como #443 no World University Ranking

2) Instituto de Estudos em Turismo: criado em 1995, o instituto oferece a mais ampla seleção de programas de licenciatura em turismo e hospitalidade e colabora com 104 universidades e organizações de turismo em todo o mundo. Além de ser a primeira instituição credenciada pelo Sistema de Certificação TedQual da UNWTO para educação turística, o IFT foi altamente classificado pela QS World University Rankings na área de gerenciamento de hotelaria e lazer.

3) Universidade de Ciência e Tecnologia de Macau: fundada em 2000, a M.U.S.T. desenvolveu-se rapidamente na maior universidade multidisciplinar de Macau e é classificada como a mais jovem entre as 50 melhores universidades da Grande China.

Sugestão: mesmo que você ache um destino absolutamente fora da tua rota de vida, visite o site das universidades e verifique as oportunidades apresentadas. Você pode, de repente, ficar bem motivado.

Alyshia Gomes
Alyshia Gomes escreve sobre Educação Internacional e temas correlacionados no jornal “O DIA ALAGOAS” e no site “O Dia Mais”. Também orienta interessados em estudar fora do Brasil e atende instituições de ensino em processo de internacionalização. Contato: alyshiagomes.ri@gmail.com.

Comentar usando