CSA não consegue agredir e perde por 2 a 1 para o América-MG

Por Thiago Luiz | Edição do dia 2 de setembro de 2020
Categoria: Esportes, Futebol Alagoano


CSA perdeu a quarta partida seguida. Foto: Vinnicius Silva/Ascom CSA

O CSA foi até o Independência enfrentar o América Mineiro, para tentar reagir na Série B do Campeonato Brasileiro, na tarde dessa quarta-feira (2). O Azulão mais uma vez não conseguiu ser efetivo, perdeu por 2 a 1 e integra a zona de rebaixamento da Série B.

Como era esperado, o time da casa começou pressionando o Azulão. Logo aos nove minutos, a defesa azulina deu um vacilo com um recuo para um espaço vazio. O atacante Rodolfo driblou Bruno Grassi, bateu pro gol e quase abre o placar. Luciano Castán apareceu pra cortar.

Só aos 26 o CSA conseguiu finalizar ao gol. Depois da cobrança de falta de Geovane, Richard Franco cabeceou fraco e facilitou a vida do goleiro mineiro. Por outro lado, o Coelho sufocava a zaga do Azulão. O time de Lisca fazia um jogo lateralizado, sufocando Norberto e Igor Fernandes.

E essa pressão fez efeito. Aos 32 da primeira etapa, numa bola cruzada, a falha de comunicação na defesa do CSA geral o gol mineiro. Luciano Castán desviou de cabeça encobrindo o goleiro Bruno Grassi e abriu o placar, contra, para o time da casa. Restou ao América administrar o jogo.

Na segunda etapa, Argel tentou fortalecer o setor central do Azulão. Colocou Márcio Araújo no lugar de Richard Franco. Nadson foi embora para a entrada de Pedro Júnior.

E logo no início do segundo tempo, o CSA deixou tudo igual. Rafinha fez um cruzamento na medida, Rodrigo Pimpão subiu e cabeceou como manda o figurino, para baixo, no canto e venceu o goleiro do Coelho.

O gol deu uma injeção de ânimo e o CSA sempre apostava na jogada pelo lado esquerdo. E o Rafinha insistia na bola aérea.

Mas o Coelho era eficiente. Numa falta batida do meio da rua, o goleiro Bruno Grassi rebateu a bola, que sobrou para o zagueiro Messias. O defensor não perdoou e emendou com o “peito” do pé para ampliar o placar.

E o jogo foi se arrastando até o final sem nenhum susto ofensivo do CSA. O time marujo não conseguiu agredir o América e agora soma quatro derrotas consecutivas na Série B.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados