CSA arranca empate contra a Chapecoense na Arena Condá

Por Thiago Luiz | Edição do dia 27 de outubro de 2020
Categoria: Esportes, Futebol Alagoano


CSA e Chape não saem do 0 a 0 na Arena Condá. Foto: Marcio Cunha/Chapecoense

Muito poder de fogo e pouca eficiência. Assim foi a partida entre Chapecoense e CSA, na Arena Condá, nesta terça-feira (27). Na primeira etapa, nenhum dos dois times criou chances reais de gol. Como manda o figurino de dono da casa, a Chape começou pressionando a saída de bola da equipe maruja, mas não conseguiu achar o caminho do gol nessa investida. Já o Azulão ficou mais com a bola e teve a maior posse no primeiro tempo.

Aos 15 minutos, Aylon chutou de fora da área e parou em Matheus Mendes. Aos 30, Anderson Leite apareceu sozinho dentro da pequena área, mas chutou fraco. O único chute do CSA foi aos 41 com Allano, que tentou colocar no ângulo. A bola passou perto, mas não entrou.

Na segunda etapa, a entrada de Foguinho fez a Chape ser mais ofensiva e começar a criar chances. Logo aos seis minutos, ele cruzou e Anderson Leite mandou por cima do gol. Aos oito, Moccelin lançou Anselmo Ramon, que cabeceou forte, mas a bola bateu no rosto de Matheus Mendes. A resposta do CSA também foi no jogo aéreo. Aos 11 minutos, na cobrança de escanteio, Marquinhos testou e acertou o travessão.

A Chape começou a bombardear a defesa azulina. Aos 18, Aylon arriscou, mas chutou fraquinho. Logo em seguida, ele mesmo quase fez um golaço. Tentou uma bicicleta, mas mandou para fora. Aos 20, Anselmo Ramon tocou de letra para Foguinho. O atacante bateu com força, mas isolou. Aos 31, Paulinho Moccelin recebeu pelo lado esquerdo, invadiu a área, bagunçou a zaga, mas parou na defesaça do goleiro Matheus Mendes, que saiu bem.

Três minutos depois, Paulo Sérgio respondeu com um chute no canto esquerdo, mas João Ricardo espalmou. Na sobra, Pimpão cruzou, e Pedro Lucas cabeceou pra mais uma defesa do goleirão. Por fim, aos 36, Anderson Leite soltou encheu o pé, mas mandou novamente por cima e ninguém balançou as redes.

O CSA chegou a seis jogos consecutivos sem perder e som 25 pontos, ficando a três do G-4, mas na oitava posição. O Azulão volta a campo agora no sábado, às 21h, para enfrentar o Náutico, no Rei Pelé.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados