CRB não consegue reagir e perde por 2 a 0 para o Juventude no jogo de ida da Copa do Brasil

Por Thiago Luiz | Edição do dia 17 de setembro de 2020
Categoria: Esportes, Futebol Alagoano | Tags: ,,,,


CRB não se encontra em campo e perde por 2 a 0 Foto: Arthur Dallegrave/E.C.Juventude

O CRB foi até o Estádio Alfredo Jaconi enfrentar o Juventude no jogo de ida da quarta fase da Copa do Brasil. Cheio de desfalques, o Galo teve que improvisar o volante Moacir na lateral-direita. Com um primeiro tempo competitivo, o time comandado por Marcelo Cabo parece ter deixado o futebol no intervalo do jogo. O Regatas não conseguiu reagir e perdeu por 2 a 0, se complicando para o jogo da volta.

O time da casa começou atacando. Logo no primeiro minuto Eltinho deixou Capixaba na cara do gol, mas o atacante tropeçou e Victor Souza levou a melhor. As duas equipes apostavam no jogo lateralizado. Pelo lado do Galo, a aposta era com Moacir, que dava trabalho à defesa gaúcha.

Aos 23 minutos, a chance mais clara do CRB. Na cobrança de escanteio, Reginaldo Júnior desviou com o pé, Carlos Jatobá completou de cabeça, mas mandou em cima do goleiro.

O CRB estava bem no jogo. Conseguia desafogar, mas não era eficiente. E aos 33 minutos, Igor, lateral-direito do Juventude, bateu de fora da área. A bola desviou na defesa do Galo e tirou Victor Souza da jogada. Foi o suficiente para abrir o placar pro time da casa.

Igor Cariús teve a chance de desempatar. Recebeu um bom passe de Diego Torres e saiu de frente para Marcelo Carné, mas bateu em cima do goleiro.

Na segunda etapa, Moacir errou o passe, os zagueiros do CRB não cortaram. Breno recebeu de Cajá e bateu cruzado, mas Victor Souza ficou com ela.

No geral, o começo do segundo tempo foi muito truncado, sem muito trabalho de bola, as equipes não mantinham a redonda no pé por muito tempo. Só aos 15 minutos, Renato Cajá arriscou do meio da rua e colocou Victor Souza pra trabalhar.

Marcelo Cabo, vendo a movimentação, decidiu renovar o fôlego no setor ofensivo. Colocou Bill no lugar de Magno Cruz e tirou Luidy para a entrada de Dudu.

Na zaga, a saída de bola errada ia dando oportunidades para o Juventude ampliar. Gum errou o passe e quase que Breno marca o segundo para os gaúchos.

Quando o CRB começou a sair pro jogo, o Juventude foi mais eficiente. No contra-ataque, Dalberto aproveitou o cochilo da defesa regatiana e achou Wagner na área, livre, para completar e amplie pro time gaúcho.

Depois do gol, restou à equipe de Caxias administrar o jogo. O CRB não conseguiu criar grandes chances, especialmente na segunda etapa. Léo Gamalho, artilheiro da competição, não recebeu sequer um bom passe que o colocasse em condições de guardar.

As equipes voltam a se enfrentar na próxima terça-feira (22), no Rei Pelé, para o jogo da volta.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados