Covid-19: Fiea doa equipamento que impede intubação

Covid-19: Fiea doa equipamento que impede intubação

Por | Edição do dia 4 de fevereiro de 2021
Categoria: Coronavírus, Sem categoria


Se*Fiea doa a hospitais equipamento que impede intubação e que paciente vá para UTI*
_Elmo é método não invasivo no tratamento da Covid-19_

Para contribuir no combate à pandemia Covid-19, a Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea), por meio do Serviço Social da Indústria (Sesi/AL), doou aos quatro maiores hospitais do estado um dispositivo capaz de evitar, em 60% dos casos, que o paciente seja intubado e levado para a UTI.
Criado em parceria de diversas instituições cearenses, entre elas o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai/CE), o Elmo é um mecanismo de respiração artificial não invasivo aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).
Já produzido em escala industrial pela Esmaltec, indústria cearense do Grupo Edson Queiroz, o equipamento teve resultados positivos em pessoas com idade entre 37 e 76 anos, com comorbidades, com acompanhamento da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep).
Usado nas situações em que o paciente apresenta quadro clínico moderado, auxiliando também nos casos em início de gravidade, o capacete foi recebido com entusiasmo pelos diretores dos hospitais beneficiados com a doação da Indústria alagoana.
“As doações representam mais uma contribuição da Indústria alagoana no enfrentamento à pandemia Covid-19”, disse o empresário José Carlos Lyra, presidente da Fiea e diretor regional do Sesi.
Ele fez a entrega aos diretores do Hospital do Coração, Ricardo César Cavalcante, e do Hospital Arthur Ramos, José Lídio Nunes Lira, que receberam 10 respiradores cada um; e ao reitor da Universidade Federal de Alagoas, Josealdo Tonholo, que, junto com o superintendente do Hospital Universitário (HU), médico Célio Fernando de Sousa Rodrigues, também recebeu 10 capacetes.
A maior quantidade dos equipamentos adquiridos pelo Sesi/AL foi doada à rede pública estadual de Saúde. Nessa terça-feira, 2, Lyra entregou 20 capacetes ao secretário Alexandre Ayres, que vai distribuí-los nos hospitais onde estão pacientes com Covid-19.
“É assim com a união de todos, das forças de saúde, de segurança, da Indústria e de toda sociedade que vamos vencer esse vírus”, disse o secretário, agradecendo a doação da Federação das Indústrias de Alagoas.
Já o diretor do Hospital do Coração, Ricardo Cavalcante, destacou a importância da doação, afirmando que o dispositivo Elmo é de grande ajuda para enfrentamento de problemas respiratórios. “Eles sentem rapidamente como melhoram”, afirmou.
Os testes provaram que o Elmo é eficaz no tratamento de insuficiência respiratória causada pelo coronavírus. Conforme as explicações dos fabricantes, o capacete é acomodado ao pescoço do paciente, permitindo oferecer oxigênio a uma pressão definida ao redor da face, sem necessidade de intubação do paciente. Dessa forma, melhora a respiração sem que o paciente seja levado para a UTI.
Outras vantagens apontadas são: o capacete pode ser desinfectado e reutilizado, tem custo inferior em relação aos respiradores mecânicos e maior segurança para os profissionais de saúde, já que, por ser vedado, não permite a proliferação de partículas de vírus.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados