Covid-19: árbitros brasileiros infectados não atuam na Libertadores

Anderson Daronco apitaria hoje o jogo Racing (ARG) e Nacional (URU)

Por Agência Brasil | Edição do dia 17 de setembro de 2020
Categoria: Esportes


Após testar positivo para o novo coronavírus (covid-19), o quarteto de arbitragem brasileiro indicado para o jogo entre Racing (ARG) e Nacional (URU), nesta quinta-feira (17), ficará de fora do confronto na  Argentina. A Conmebol comunicou a decisão na noite de ontem (16),  menos de 24 horas antes da partida, válida pela terceira rodada da Fase de Grupos da Copa Libertadores. Anderson Daronco (árbitro), Fabrício Vilarinho (árbitro assistente 1), Rafael Alves (árbitro assistente 2) e Bruno Arleu (quarto árbitro) serão substituídos por chilenos e argentinos. A partida terá início às 17h (horário de Brasília)  no Estádio Presidente Perón, em Avellaneda, região metropolitana da capital Buenos Aires. 

Embora assintomáticos, os profissionais infectados terão de cumprir isolamento preventivo de 14 dias, respeitando os protocolos de segurança sanitária da Argentina. Em comunicado oficial, a entidade máxima do futebol Sul-Americano esclareceu que a alteração foi baseada nos exames realizados no último domingo (13).

“O motivo destas trocas obedece ao fato de que os mesmos deram positivo no teste COVID-19, no dia 13 de setembro, sem apresentar nenhum sintoma (assintomáticos). Todos os juízes estão em isolamento preventivo de 14 dias segundo o protocolo sanitário da República da Argentina.”

Devido à necessidade de substituição, a escalação da arbitragem para o jogo de hoje (17) inclui Cristian Garay (CHI), Christian Schiemann (CHI), Mariana de Almeida (ARG) e Fernando Echenique (ARG).

Por causa dos casos confirmados de covid-19, a arbitragem do confronto entre Defensa y Justicia (ARG) e Delfín (EQU) também precisou ser revista. Inicialmente, Cristian Garay (Chi) e Christian Schiemann (Chi) estavam designados para desempenhar, nesta quinta (17), as funções de assistente número 1 e quarto árbitro, respectivamente, no estádio Norberto Tomaghello, em Buenos Aires, às 19h. A dupla será substituída por Daiana Milone (assistente número 1) e Nicolas Lamolina (Arg), ambos argentinos.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados