Boa Noite!, Terça-Feira - 17 de Setembro de 2019

 

Corpo de motorista por aplicativo é encontrado na Cidade Universitária

Redação / 8:30 - 02/07/2019

Rayniere Torres estava desaparecido desde a última quinta-feira; Polícia Civil prendeu seis suspeitos de envolvimento no crime


ranieri-350x622

Rayniere estava desaparecido há seis dias (Foto: Reprodução/arquivo pessoal)

Desaparecido desde a última quinta-feira, o motorista de aplicativo, Rayniere Torres Bianchi foi encontrado morto hoje (02), no bairro Cidade Universitária, parte alta de Maceió. O rapaz havia aceitado fazer uma corrida fora do aplicativo de corridas. A Polícia Civil montou uma operação nessa manhã e conseguiu prender seis pessoas suspeitas de assassinarem a vítima.

De acordo com o delegado coordenador da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Fábio Costa, o motorista deve ter morrido no mesmo dia que desapareceu, já que o corpo está em avançado estado de decomposição. Durante as investigações, a polícia recebeu uma denúncia e acabou chegando até um dos suspeitos que estava com o celular da vítima e revelou o local onde estava o corpo.

Outras cinco pessoas – ainda não identificas – também foram acusadas de participarem do crime, entre elas uma mulher. Não se sabe qual a real motivação para o crime, mas os agentes devem continuar com as investigações.

“A polícia trabalhou silenciosamente nesse caso para não atrapalhar as investigações. E no dia de hoje, conseguimos localizar o corpo, bem como realizar a prisão dos suspeitos. Três deles que diretamente cometeram o homicídio e outros que tiveram participação, seja na ocultação do cadáver ou para se beneficiar do crime”, disse o delegado.

O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML), localizado no Tabuleiro do Martins.

O caso

Rayniere Torres, de 35 anos, saiu de casa por volta das 22h do dia 27 e, segundo familiares, informou que seria uma corrida particular para Conjunto Eustáquio Gomes, no bairro da Cidade Universitária para o bairro do São Jorge. A vítima não voltou para casa e logo outros motoristas de aplicativo, junto com parentes e amigos foram até a delegacia dar queixa do desaparecimento.

Um dia após o corrido, o carro do rapaz – Peugeot de cor prata e placa PFA-0928 – foi encontrado amassado próximo ao Conjunto Jardim Saúde. Uma pericia foi realizada e a família notou que o aparelho de som foi roubado. Fotos do motorista começaram a circular nas redes sociais para ajudar nas buscas.

 


Comentar usando