Coronavírus: China muda método de diagnóstico e mortes chegam a 1.367

Por | Edição do dia 13 de fevereiro de 2020
Categoria: Internacional, Notícias | Tags: ,,


naom_5e30140dcd79f

Foto: Shutterstock

O governo da China relatou nesta quinta-feira, 13, que o coronavírus causou mais 254 mortes e teve 15.152 novos casos registrados no país ontem. O número diário de casos deu um salto em relação à média dos dias anteriores, em função de uma nova metodologia adotada na província de Hubei, que é a mais afetada e onde a epidemia teve origem.

Em um comunicado, a comissão de saúde de Hubei disse que a partir de agora passaria a incluir casos diagnosticados clinicamente. Isso significa que imagens do pulmão em pacientes suspeitos passam a ser consideradas suficientes para confirmar o vírus, no lugar dos exames de DNA.

Considerando-se os últimos dados, o total de óbitos na China desde o inicio do surto aumentou para 1.367, com 59.804 casos confirmados.

Fonte: Associated Press.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados