Convenção do MDB em Penedo confirma chapa Ronaldo Lopes/João Lucas

Por Assessoria | Edição do dia 16 de setembro de 2020
Categoria: Alagoas, Notícias | Tags: ,,


Foto: Divulgação

Experiência e juventude. Trânsito em todas as escalas de governo e contato direto com o povo. Ficha limpa e serviços prestados à população. Todas essas qualidades estão reunidas em apenas uma candidatura para administrar a Prefeitura de Penedo: a chapa do MDB, com Ronaldo Lopes para prefeito e João Lucas na condição de vice.
A melhor escolha para a condução do município daqui pra frente foi oficializada durante a convenção partidária realizada hoje, na Câmara de Vereadores. Encerrada no final da tarde, a aliança que reúne os partidos MDB, PDT, PT, PC do B e PV homologou ainda os nomes que disputarão as quinze cadeiras do Poder Legislativo.

Currículo

O deputado estadual Marcelo Beltrão prestigiou a solenidade e destacou o currículo do homem público Ronaldo Lopes como referência para a escolha do eleitorado penedense. “Você reúne todas as qualidades para ser o prefeito de Penedo”, afirmou o parlamentar e candidato a prefeito de Coruripe dirigindo-se a Ronaldo Lopes.
O prefeito Marcius Beltrão destacou os avanços gerados durante os dois mandatos do governo que conduz ao lado de Ronaldo Lopes, frisando o caráter ilibado do ainda vice-prefeito. Marcius frisou que Penedo recuperou sua autoestima e que o futuro da cidade está em Ronaldo Lopes e João Lucas.

Legado

As virtudes de Ronaldo Lopes, como cidadão ou figura pública, são parte do legado de seu pai, Dr. Hélio Lopes, que foi prefeito de Penedo, deputado estadual por 3 mandatos, secretário estadual de Saúde, presidente do Lifal e provedor da Santa Casa de Penedo,

Hélio Lopes sempre dizia que política se faz diálogo. “Filho, você tem que ouvir as pessoas porque quem ouve mais, acerta mais, quem ouve mais, erra menos e é por isso que convoco todos vocês e o povo de Penedo para nos unirmos e olharmos para frente porque Penedo pode ser ainda melhor, daqui pra frente”.

O conselho do pai falecido há três meses, vítima de Covid-19 e ainda lúcido em seus 97 anos de vida, foi lembrado com voz embargada por Ronaldo Lopes.

“Deus está no comando e sabe a hora de levar qualquer um de nós. Meu pai se foi, mas deixou um legado muito importante e eu vou levar à frente, em qualquer lugar que eu estiver, como prefeito de Penedo ou cidadão comum da cidade que nunca deixei de trabalhar, em todos os cargos que exerci ou quando não tive cargo nenhum”, frisou Lopes sobre sua conduta de vida.

Trabalho

O radialista e vereador João Lucas falou de sua origem humilde, relatando que sua mãe, ‘dona’ Custódia, sempre ensinou a importância do estudo e do trabalho, começando sua batalha ainda adolescente, como cobrador de passageiros numa van.

“Mas meu sonho sempre foi ser radialista”, disse o comunicador nato sobre a profissão que abraçou logo após curso promovido pelo sindicato da categoria em Penedo. O ofício despertou a necessidade de ajudar mais a população, condição que a política propicia.

Eleito vereador mais votado da história de Penedo em 2016, ele revelou que recuou de sua candidatura a prefeito porque teve a humildade para reconhecer que Ronaldo Lopes é mais preparado para a missão.

“Penedo é maior do que oposição e situação e quem ama Penedo se une com aqueles que querem fazer o bem para nossa cidade, e eu me sinto honrado em estar com Ronaldo porque ele tem o principal requisito que é a honestidade!”, afirmou João Lucas.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados